quinta, 19 de julho de 2018

Vice-presidente da Colômbia passará por cirurgia dois dias depois de assumir mandato

9 AGO 2010Por 15h:45
     

O vice-presidente da Colômbia, Angelino Garzón, será submetido hoje (9) a uma cirurgia, conforme noticiou o governo em seu site oficial. Há suspeita que Garzón tenha sofrido um ataque cardíaco, de acordo a agência de notícias BBC. Aos 63 anos, Garzón assumiu o cargo há dois dias.

Segundo a BBC, o vice-presidente teria sido levado a um hospital sentindo dores, náusea e dificuldade respiratória. De acordo com comunicado do governo, o presidente Juan Manuel Santos aguarda o resultado do procedimento cirúrgico para visitar o vice-presidente na clínica Shaio, onde está internado. O comunicado da Presidência da Colômbia não menciona o tipo de cirurgia a qual o vice será submetido. Santos tem mantido contato permanente com parentes de seu vice e a equipe médica.

Ex-sindicalista, Garzón foi ministro do Trabalho da Colômbia entre 2001 e 2002 e governador do departamento colombiano de Valle, de janeiro de 2004 a dezembro de 2007. No último sábado (7), ele foi empossado como vice do presidente Juan Manuel Santos, eleito no final de junho com mais de 60% dos votos no segundo turno, após oito anos de governo de Álvaro Uribe.

 

 

Leia Também