Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Vice-governador do DF descarta a hipótese de se afastar do cargo

13 FEV 10 - 07h:46
exercício do Distrito Federal, Paulo Octávio, não pretende se licenciar do cargo por conta do pedido de impeachment que a Central Única dos Trabalhadores do Distrito Federal (CUT-DF) apresentou ontem e devido ao suposto envolvimento na operação Caixa de Pandora, da Polícia Federal. O inquérito do Superior Tribunal de Justiça (STJ) relata gravações feitas com autorização da Justiça, sobre a suposta divisão de dinheiro entre membros do primeiro escalão do GDF, inclusive Paulo Octávio. “Não existe essa possibilidade”, garantiu o assessor de imprensa André Duda. Ontem o governador em exercício teve uma reunião de cerca de 40 minutos com o presidente do Tribunal de Justiça do Distrito Federal, desembargador Nívio Gonçalves. “Foi uma visita de apresentação”, disse o assessor de imprensa. Inicialmente, o desembargador tinha convidado os jornalistas a presenciar o encontro mas, a pedido de Paulo Octávio, o encontro ocorreu sem a presença da imprensa. Antes do encontro, Nívio Gonçalves admitiu que acompanha “com preocupação” os últimos acontecimentos em Brasília classificados por ele como “notícias horríveis”. E completou: “O Poder Judiciário tem obrigação de manter a harmonia entre os poderes e ver os poderes andar com dignidade. Claro que todos nós estamos indignados”. Também participou do o presidente da Câmara Legislativa do DF, Wilson Lima (PR). Pela manhã, Paulo Octávio teve uma longa reunião – de cerca de três horas – com os principais secretários do governo – da Educação, Eunice Santos, da Fazenda, André Clemente, do Planejamento, Ricardo Pena, e de governo, Flávio Adalberto Gilsane. Também participou da reunião o procurador-geral do DF, Marcelo Galvão.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Atraso do Reviva prejudica <br>comércio e 35 lojas já fecharam
CAMPO GRANDE

Atraso do Reviva prejudica comércio e lojas fecham

Banco será  responsável por aditivo <br>em obra do Reviva Centro
REVIVA CAMPO GRANDE

Banco será responsável por aditivo
em obra do Reviva Centro

Sanesul pode perder concessão de serviços de saneamento em Dourados
IMPASSE

Sanesul pode perder concessão de serviços em Dourados

CORREIO DO ESTADO

Confira o editorial desta quarta-feira: "Ganância desenfreada"

Mais Lidas