quarta, 18 de julho de 2018

Viatura da PM sobre emboscada na Linha Vermelha

22 FEV 2009Por 08h:29

        Da Redação

                 

Um policial foi ferido e centenas de motoristas passaram minutos de tensão durante o ataque de traficantes da favela Nova Holanda a uma Blazer do Módulo Operacional de Vias Especiais (Move) da Polícia Militar, às 7h desse sábado na Linha Vermelha no Rio de Janeiro. Um carro de patrulhamento parado no engarrafamento foi alvejado com tiros de fuzis da laje de uma casa a 50 m do 22º BPM (Maré). O soldado Marcelo Pereira da Fonseca, 35 anos, foi baleado no braço direito, e a via foi fechada por 15 minutos.

 

Na Blazer da polícia estavam um sargento, um cabo e dois soldados. Quando os primeiros tiros foram disparados os quatro saíram do carro e se atiraram ao chão, reagindo aos disparos. "Foram muitos tiros. Havia muita gente nos carros. As pessoas se atiraram no chão para escapar dos disparos", disse um soldado.

 

Os policiais disseram que não foi a primeira vez que os bandidos instalados naquela casa atiraram nos carros da PM. "É comum eles fazerem churrasco e beberem naquela laje. Do ponto, eles têm uma visão privilegiada dos carros que passam na via expressa e quando têm a chance de atacar viaturas, acontecem situações semelhantes a que ocorreu hoje (ontem)", reclamou um PM.

 

Com informações do Terra

                 

Leia Também