ESPORTES

Vettel domina com folga os primeiros treinos na Hungria

Vettel domina com folga os primeiros treinos na Hungria
31/07/2010 16:51 -


Budapeste, Hungria

Sebastian Vettel dominou os treinos livres no GP de Budapeste ontem. Depois de cravar o melhor tempo na primeira sessão, ele liderou também a segunda parte do dia da Fórmula 1, baixando ainda mais seu tempo. O destaque ficou com o crescimento da Ferrari: Alonso desbancou a dobradinha da Red Bull e ficou em segundo, com Massa em quarto lugar.
O alemão baixou oito centésimos em relação ao primeiro período de treinos desta sexta-feira e cravou 1min20s087, fechando um bom dia de treinos. Mark Webber, que havia terminado em segundo, também baixou sua marca, mas acabou com a terceira colocação.
Fernando Alonso terminou com o segundo melhor tempo, com 1min20s584. Já o brasileiro Felipe Massa pulou da 12ª colocação, na primeira sessão, para o quarto lugar, com 1min20s986. Alonso manteve a predominância na primeira vez que voltaram às pistas após a polêmica protagonizada no GP de Hockenheim, na Alemanha.
Massa liderava a prova e recebeu ordens da Ferrari para abrir passagem para Alonso, que venceu. O caso será julgado pela FIA. O russo Vitaly Petrov, da Renault, e o inglês Lewis Hamilton, da McLaren, complementaram a lista dos primeiros colocados no Circuito de Budapeste.
Rubens Barrichello, que havia feito o quarto tempo, não evoluiu tanto quanto os rivais e terminou na discreta 12ª posição, com 1min21s844. Lucas Di Grassi, da VRT, e Bruno Senna, da Hispania, se mantiveram entre os últimos, com a 21ª e 22ª colocações, respectivamente.
O último treino livre para o GP da Hungria será realizado na manhã deste sábado, às 6 horas (de Brasília). Às 9 horas, terá início o treino qualificatório, para definir as posições para o grid de largada.
smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".