Sexta, 23 de Fevereiro de 2018

Vetos ameaçam lei que amplia prazo de licença-maternidade

12 SET 2008Por 09h:40
     

 

 

A extensão da licença-maternidade de quatro para seis meses - sancionada esta semana pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e prevista para entrar em vigor em 2010 - já enfrenta a desconfiança de que pode ficar apenas no papel. Os motivos são os vetos ao projeto original que impedem que empregadas de micro e pequenas empresas inscritas no Simples também se beneficiem do novo período de licença-maternidade e obrigam as empresas a pagar a contribuição previdenciária mesmo durante o afastamento da funcionária.

 

Com informações da Agência Estado

Leia Também