Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

sábado, 23 de fevereiro de 2019 - 18h07min

Vereadora do PDT perde o mandato por agredir promotor

13 JUL 10 - 14h:55
Cícero Faria, de Dourados

Em sessão extraordinária, que durou cinco minutos, o presidente da Câmara de Navirai, José Odair Gallo (PDT) declarou extinto o mandato da vereadora Leila Matos (PDT), condenada por desacato a um promotor daquela comarca, em março de 2002.
Devido aos sucessivos recursos da vereadora – esposa do deputado estadual Onevan de Matos (PSDB), o processo parou no Supremo Tribunal Federal (STF), que confirmou a decisão tomada em instâncias inferiores. Com isso, o juiz Eduardo Magrinelli Júnior enviou comunicado à Câmara na semana passada anunciando a decisão do STF.
Vai assumir o seu lugar o primeiro-suplente, também do PDT, Antonio Carlos Klein, atual presidente da subsecção da OAB de Navirai. Nem ele e nem Leila Matos assistiram à sessão extraordinária, iniciada às 10h15min. Klein tomará posse amanhã. A ex-vereadora foi condenada a um ano e um mês de detenção, em regime aberto.
Caso
No dia 19 de março de 2002, no Cartório Eleitoral de Naviraí, o promotor Amilcar Araújo Carneiro Júnior  apurava uma suspeita de irregularidade com transferências de títulos de eleitor. Ao chegar ao fórum, o promotor foi desacatado por Leila, que o chamou de “ignorante, arbitrário, funcionariozinho da prefeitura”, entre outras ofensas.
Em seguida, disse que estava telefonando para seu esposo (Onevan) e que havia sido assinada a sua transferência da comarca. Logo em seguida, Leila “colocou de forma rude” o celular contra o rosto do promotor.  
Na delegacia de Polícia Federal de Naviraí, ao ser ouvida, segundo os autos, “demonstrou arrogância e petulância, usando expressões em francês e em inglês. Tanto isso é verdade que, as circunstâncias do crime não demonstram o contrário, militando isto sim, em seu desfavor. Sente-se autorizada a desacatar, presumindo-se superior”.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Governo informa que dois caminhões com ajuda entraram na Venezuela

BRASIL

Bolsonaro resgata medidas rígidas que foram propostas pelo PT

Comercial tropeça para Costa Rica e adia classificação
ESTADUAL 2019

Comercial tropeça para Costa Rica e adia classificação

VENEZUELA

'Dia D' de missão humanitária na Venezuela tem confrontos com militares

Mais Lidas