Segunda, 18 de Dezembro de 2017

Rio Verde

Vereador suspeito de furto de gado pede afastamento

11 FEV 2014Por Edição de Notícias16h:05

O vereador Fábio de Oliveira Souza, mais conhecido como “Fabinho Borracheiro”, pediu afastamento de 120 dias à Câmara Municipal de Rio Verde (MS). O pedido do parlamentar, que está preso, foi lido na manhã desta terça-feira (11), durante sessão ordinária. Em seguida, foi empossado o suplente Gerson Miranda, que é advogado.

Fabinho foi preso na sexta-feira (07). Ele é suspeito de ter cometido vários crimes que vinham sendo investigados desde o ano passado. Segundo as investigações, o vereador responde por furto qualificado, receptação, formação de quadrilha, uso de documento falso, falsificação de documento público e adulteração de sinal identificador de veículo.

Além de Fabinho, outras pessoas respondem pelos mesmos crimes. Na manhã do último domingo (09), foi preso Fabiano Vieira de Andrade, de 30 anos, em sua residência, localizada no bairro Nova Rio Verde. A Polícia Civil já autuou os irmãos Márcio Antônio Morais, de 22 anos, e Odair José Morais, de 24 anos, assim como Ronaldo Ribeiro Melo, de 23 anos.

Na época, a Polícia Civil recuperou diversas cabeças de gado furtadas, além de três veículos. Os autores escondiam os animais num arrendamento, mas, a maioria era vendida ainda no caminhão. Quando vazou a informação de que a polícia estava no encalço dos autores, várias cabeças remarcadas começaram a vagar pelas ruas de Rio Verde, contribuindo com a investigação.

Leia Também