domingo, 22 de julho de 2018

Vereador acusado de ser mentor de assassinato pode perder cargo

22 FEV 2008Por 22h:15
     

        Eliane Ferreira

         

         

O vereador de Coronel Sapucaia, Daniel Lescano (PDT), corre o risco de perder o mandato, caso não se apresente até o término da sessão plenária da Câmara Municipal da próxima segunda-feira. O parlamentar, indígena, é acusado de ter mandado matar um agente de saúde da Aldeia Taquapery por conflitos políticos e, por conta disto, está foragido desde outubro do ano passado.

 

O presidente da Câmara, José Segundo Rocha (PT) explicou que os vereadores se basearam na Resolução número 001/2008, em seu artigo 2ª, que determina que parlamenatares que não comparecerem as sessões sem justificativa e estar em lugar incerto, deixam de cumprir obrigações previstas, tanto na Lei Orgânica do município como no Regimento Interno da Casa.

Leia Também