Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

'GOLPE MORTAL'

Venezuela deixa a Comunidade Andina hoje

22 ABR 11 - 00h:00ESTADÃO

A Venezuela deixará formalmente a Comunidade Andina das Nações (CAN) hoje, sexta-feira, sem um marco definido sob o qual sejam regidas suas relações comerciais com alguns dos países vizinhos, uma situação que muitos consideram um "golpe mortal" ao bloco econômico dos Andes. O governo da Venezuela anunciou sua saída do bloco em abril de 2006, mas os direitos e obrigações que a Venezuela manteve com seus quatro sócios por 38 anos terminam formalmente hoje.

Embora a Venezuela tenha concordado em prorrogar por três meses as regras vigentes na CAN com o Peru e a Colômbia, enquanto é definido um acordo de "complementação econômica", empresários consultados pela Associated Press indicaram que desconhecem como irão trabalhar a partir da próxima semana.

No caso da Bolívia e do Equador, o governo venezuelano subscreveu um "protocolo de acordo" para regulamentar o comércio com os dois países, cujos termos não são conhecidos. O comércio entre a Venezuela e os outros quatro países do bloco, que em 2006 foi de US$ 6,1 bilhões, mais que dobrou para US$ 12,4 bilhões em 2008. Mas, por causa da crise financeira mundial, caiu para US$ 4,5 bilhões em 2010.

Para o professor Carlos Romero, que ensina ciências políticas na Universidade Central da Venezuela, a saída do país do bloco regional "é um golpe mortal para a Comunidade Andina, uma vez que a Colômbia e a Venezuela, juntas, formavam mais de 50% das transações comerciais" do bloco.

Romero afirma que a saída da Venezuela do bloco, formado em 1969, é natural, vista "de um ponto de vista ideológico", uma vez que interessa muito mais ao presidente venezuelano Hugo Chávez reforçar a Aliança Bolivariana para os Povos da nossa América (ALBA), organização que o mandatário criou na década passada e que hoje é integrada por Venezuela, Cuba, Nicarágua, Dominica, Antígua e Barbuda, São Vicente e Granadinas. As informações são da Associated Press.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Segunda Turma do STF nega a Lula suspeição de Moro na ação do Instituto

BRASIL

Maia: pacote anticrime está 'quase maduro' e poderá ser votado em algumas semanas

BRASIL

EUA estão preocupados com impacto de incêndios na Amazônia

Incêndio assusta no Parque dos Poderes
CAMPO GRANDE

Incêndio assusta no Parque dos Poderes

Mais Lidas