Campo Grande - MS, sexta, 17 de agosto de 2018

INCREMENTO

Vendas na semana das Mães cresceram 8,7% na Capital

9 MAI 2011Por ROSANA SIQUEIRA16h:34

As medidas de contenção de crédito no consumo, aplicadas recentemente pelo governo federal, ainda não tiveram grande efeito no varejo. Prova disso foi o resultado alcançado nas vendas na semana do Dia das Mães. Segundo o departamento de pesquisa e estatística da Associação Comercial e Industrial de Campo Grande (ACICG), o índice de crescimento médio da comercialização ficou em 8,7%, dos dias 1 a 8 de maio, portanto dentro da expectativa do setor.

Normalmente, as vendas se acomodam na segunda quinzena, mas a data comemorativa deve ajudar a avançar e fechar o mês de maio com crescimento entre 7% e 9%.

Emílio Alfieri, economista da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), antecipa uma possível ação do governo caso a inflação fuja do teto da meta. “O governo deve restringir mais o crédito e mexer novamente no compulsório", afirma o economista da ACSP.

A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S) ganhou força no início deste mês, segundo dados divulgados hoje pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). O índice subiu 1,05% até a quadrissemana encerrada em 7 de maio (primeira prévia do mês), taxa maior que a apurada no IPC-S anterior, de até 30 de abril, quando o indicador avançou 0,95%. Segundo a FGV esta foi a maior taxa apurada pelo IPC-S desde a primeira semana de fevereiro de 2011, quando o índice registrou variação positiva de 1,16%.

Leia Também