EM MATO GROSSO DO SUL

Vendas de serviços da operadora Oi estão suspensas a partir de hoje

Vendas de serviços da operadora Oi estão suspensas a partir de hoje
23/07/2012 08:00 - Gabriel Maymone


A operadora Oi está impedida de comercializar chips e serviços de internet a partir da zero hora desta segunda-feira (23). A medida foi imposta pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) na quarta-feira (18).

A agência reguladora determinou uma multa de R$ 200 mil por dia ao descumprimento da determinação. A restrição também se aplica a vendedores independentes como bancas de jornal e camelôs. A Anatel informou que vai monitorar o cumprimento das medidas por meio do sistema eletrônico de informações das operadoras, ao qual já tem acesso.

A Oi também terá de colocar um aviso em cada posto de venda e uma gravação no centro de atendimento informando que as vendas estão suspensas. Caso contrário está sujeita a multa de R$ 10 mil por dia. A informação foi publicada no Diário Oficial da sexta-feira (20).

As vendas poderão ser retomadas somente após Oi apresentar planos de investimentos, o que deverá ser feito dentro de até 30 dias, contendo metas para resolver os problemas apresentados, informou o presidente da Anatel, João Rezende, após o anúncio das sanções, na quarta-feira (18). De acordo com o presidente da Anatel, a agência terá de aceitar as condições desses planos.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".