Sábado, 16 de Dezembro de 2017

R$ 16 MILHÕES

Vendas de porteiro virtual sem fio rendem

2 JAN 2014Por FOLHAPRESS00h:00

Uma câmera que envia por um aplicativo para celular imagens de quem toca a campainha de casa, e que permite que o dono da residência se comunique com o visitante como se estivesse usando o interfone. Esse é o DoorBot, um porteiro virtual sem fio. Jamie Siminoff, que idealizou o produto, e uma equipe de mais três pessoas, levantaram mais de

US$ 250 mil (aproximadamente R$ 592 mil) pelo site de financiamento coletivo Christie Street no ano passado para levar a ideia para frente, e estão a caminho de vender US$ 7 milhões (aproximadamente R$ 16 milhões) este ano. Siminoff disse ao site da revista "Fast Company" que, além de aumento de capital, o processo de financiamento coletivo serviu para aperfeiçoar a invenção, desafiando a equipe para torná-la tudo o que seus clientes precisavam que ela fosse

"Recebemos um feedback imediato de clientes engajados antes de o produto chegar às prateleiras", explicou. O produto, vendido em mais de 60 países, custa US$ 199 (aproximadamente R$ 470), e também pode ser integrado com uma entrada de alarme.
O aparelho tem visualização noturna e o aplicativo funciona para os sistemas iOS e Android. 

Leia Também