Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

em 2013

Vendas de materiais de construção sobem 4,4%

7 JAN 14 - 00h:00Folhapress

As vendas de material de construção cresceram 4,4% em 2013 e somaram R$ 57,42 bilhões, informou ontem a Anamaco (Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção).
O valor é o maior já registrado, mas ficou abaixo da previsão do setor.

A estimativa da entidade durante o ano era que as vendas crescessem 6,5% em 2013. Em setembro, em razão de desempenho menor do que o esperado, a estimativa para o ano foi revisada para 4,5%.

Em dezembro, as vendas foram estáveis na comparação com novembro. No levantamento por regiões, os destaques foram o Nordeste e o Norte, onde 58% e 55% das lojas registraram crescimento no mês, seguidos pelo Sudeste (43%), Sul (42%) e Centro-Oeste (31%).

Em relação a dezembro de 2012, houve alta de 1,5% nas vendas, considerando todo o país.
A pesquisa foi realizada com 530 revendedores das cinco regiões do Brasil.

Para 2014, o presidente da Anamaco, Cláudio Conz, estima elevação de 7,2% nas vendas.
Segundo ele, as obras para a Copa do Mundo devem manter o setor aquecido no primeiro semestre. Além disso, ele diz que, nos dias de jogo do Brasil, antes e depois da partida, o movimento nas lojas é tradicionalmente melhor que os dias normais.

"Já as eleições sempre trazem algumas incertezas sobre os preços no futuro e, justamente por isso, muita gente acaba antecipando as compras." 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

5ª Edição da Feira Literária de Bonito começa no dia 3 de julho
LITERATURA

5ª Edição da Feira Literária de Bonito começa no dia 3 de julho

COPA AMÉRICA

Torreira compara Peru com Japão: 'Vai ser uma partida complicada para o Uruguai'

Dicas para fazer batata frita crocante e sequinha
ACOMPANHAMENTO

Dicas para fazer batata frita crocante e sequinha

Pagamentos com cartão aumentaram 17% no primeiro trimestre
ECONOMIA

Pagamentos com cartão aumentaram 17% no primeiro trimestre

Mais Lidas