BRASIL

Venda de moto avança 9% em fevereiro

Venda de moto avança 9% em fevereiro
07/03/2011 06:05 - INFOMONEY


As vendas de moto registraram alta em fevereiro, conforme divulgou nesta sexta-feira (4) a Abraciclo (Associação Brasileira de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares). Foram emplacadas 145.320 motos no mês passado, número 9,2% maior que o de janeiro, quando foram vendidas 133.043 unidades ao consumidor.

Por outro lado, na comparação com fevereiro de 2010, quando foram vendidas 120.672 motocicletas, houve aumento de 20,4%.

No primeiro bimestre do ano, foram vendidas 278.363 unidades, um aumento de 14,9% em relação às 242.342 motocicletas emplacadas no mesmo período de 2010.

Nas vendas no mercado interno, que representam as negociações entre as fabricantes e as concessionárias, houve alta na comparação anual (42,1%) e estabilidade no confronto mensal (0,2%). No primeiro mês deste ano, foram 165.248 motos vendidas, contra 116.252 em igual mês do ano passado e 164.925, em janeiro.

Produção e exportação
No que diz respeito à produção, em fevereiro, a indústria cresceu 39,8% frente ao mesmo mês de 2010. Foram produzidas no mês passado 171.132 motos, contra 122.429 do ano anterior. Já em relação a janeiro, quando foram produzidas 180.397 unidades, houve queda de 5,1%. No acumulado dos dois primeiros meses ano, a alta foi de 40,4%.

O levantamento revela ainda que, no mês passado, as exportações apresentaram crescimento de 37,7% frente a janeiro, para 4.960 motocicletas. Na comparação com fevereiro de 2010, houve queda de 16,6%, já que naquele mês foram vendidas ao mercado externo 5.947 unidades.

"O mercado internacional é muito dinâmico. Mesmo com a concorrência de países do Oriente e a valorização do dólar frente ao real, as exportações avançaram em fevereiro. De qualquer forma, mantemos a projeção de 60 mil unidades para o ano", afirmou o presidente da Abraciclo, Jaime Matsui.
 

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".