Campo Grande - MS, sábado, 18 de agosto de 2018

campeonato carioca

Vasco vence Botafogo e assume ponta

20 MAR 2011Por gazeta esportiva19h:39

A estreia do meia Diego Souza no Vasco não poderia ser melhor. O jogador foi o maestro cruz-maltino na vitória por 2 a 0 sobre o Botafogo, neste domingo, no Engenhão, pela Taça Rio. O estreante marcou o primerio gol, após se aproveitar de falha da zaga alvinegra. Já Éder Luis fez um golaço e deu números finais ao placar.

Com o resultado, o Vasco terminou a rodada na liderança do Grupo A da Taça Rio, com nove pontos, ao lado do Boavista, mas levando vantagem nos critérios de desempate. Já o Botafogo segue como líder do grupo B, também com nove pontos. A derrota para os cruz-maltinos acabou com os 100% de aproveitamento no segundo turno.

Na próxima rodada, o Vasco terá o clássico contra o Fluminense, no domingo, no Engenhão. No dia anterior, o Botafogo vai até Macaé para encarar o Boavista.

O jogo - Com uma escalação mais ofensiva, com Bernardo e Éder Luis no ataque, além de Felipe e Diego Souza no meio-campo, o Vasco começou a partida melhor e tendo o domínio das ações. Os cruz-maltinos criaram a primeira boa chance de gol aos dois minutos quando Felipe cobrou falta na área, o goleiro Jefferson saiu mal e Éder Luís cabeceou sobre o gol alvinegro.

Com o jogo seguindo no mesmo panorama, o Vasco criou grande chance aos dez minutos. Bernardo lançou Éder Luís na área. O atacante ficou na frente de Jefferson no bico direito da pequena área, mas chutou em cima do goleiro do Botafogo. A resposta dos alvinegros veio no minuto seguinte, quando Arévalo acertou belo chute, mas ao lado do gol vascaíno.

Até a parada técnica, o Botafogo conseguiu equilibrar a partida e passou a impedir os avanços constantes do Vasco. No entanto, após isso, os cruz-maltinos voltaram a ter o domínio das ações. O estreante Diego Souza quase marcou aos 23 minutos. O volante Eduardo Costa lançou e o meia finalizou com a ponta do pé, de carrinho. A bola passou à direita de Jefferson.

O panorama da partida seguia o mesmo, com o Botafogo mais recuado, saindo nos contra-ataques e o Vasco criando chances de abrir o placar. Aos 35 minutos, Ramon lançou Éder Luis no lado esquerdo da área. O atacante finalizou e obrigou Jefferson a fazer grande defesa. Na cobrança de escanteio, foi a vez de Anderson Martins cabecear e fazer o goleiro alvinegro salvar a equipe novamente.

Os cruz-maltinos seguiam em busca do gol e aos 38 minutos foi a vez de Ramon arriscar de fora da área. A resposta do Botafogo veio dois minutos depois, quando Loco Abreu tocou para a área e Herrera colocou para a rede. No entanto, o árbitro marcou impedimento do argentino.

Já no segundo tempo, o Botafogo voltou melhor e dominou a partida nos primeiros minutos. No entanto, os alvinegros não conseguiam criar boas chances e tentavam chutes de fora da área. Aos oito minutos, Herrera arriscou de longe e Fernando Prass defendeu sem problema. O Vasco tentava atacar, principalmente com Felipe, mas errava muitos passes no setor ofensivo.

Quando o Botafogo vivia seu melhor momento, o Vasco abriu o placar, aos 14 minutos. O meia Diego Souza aproveitou falha da zaga alvinegra, passou pelo goleiro Jefferson e tocou para a rede.

Após o revés, o técnico Joel Santana tirou os dois laterais para as entradas do volante Marcelo Mattos e do atacante Caio. No entanto, o Vasco seguia melhor e não demorou para aumentar o placar no Engenhão. Aos 25 minutos, Bernardo cobrou escanteio, Dedé dividiu no alto com a zaga alvinegra e a bola sobrou para Éder Luis. O atacante acertou uma meia bicicleta sem chance para Jefferson.

A torcida do Botafogo, que já pegava no pé do time, passou a ofender o técnico Joel Santana quando ele tirou o meia Everton para a entrada de Alex.

O segundo gol do Vasco foi sentido pelos alvinegros, que pararam de atacar e somente buscavam marcar os cruz-maltinos. Mesmo com a vantagem, os vascaínos continuavam buscando o gol. Aos 33 minutos, Diego Souza recebeu no lado esquerda da área e finalizou cruzado. O goleiro Jefferson se esticou todo e espalmou a bola impedindo o terceiro.

Aos poucos, o Vasco foi diminuindo o ritmo e passou a administrar a partida. Com isso, o Botafogo se aproveitou para buscar o ataque. Nos minutos finais, os alvinegros ainda tentaram fazer o de honra, mas despediçaram as chances. Com isso, os cruz-maltinos esperaram o apito final do árbitro para comemorar a vitória no Engenhão.
 

Leia Também