Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CONTRA NOVA IGUAÇU

Vasco sofre gol <br>no fim e deixa escapar a liderança

Vasco sofre gol <br>no fim e deixa escapar a liderança
09/02/2014 18:32 - TERRA


Rebaixado para a Série B em 2013, o Vasco perdeu a chance de assumir a liderança do Campeonato Carioca Neste domingo, a equipe cruzmaltina contou com um gol contra bizarro do Nova Iguaçu para sair na frente no segundo tempo, mas viu o adversário empatar por 1 a 1 com Rhayne já aos 47min da etapa final e impedir o time de Adilson Batista de assumir a ponta do Estadual. Com 15 pontos, o Vasco fecha a sétima rodada em terceiro lugar, atrás dos rivais Flamengo e Fluminense. Já o Nova Iguaçu vai aos 12 pontos, em sexto, e continua na briga pelo G-4 do Campeonato Carioca - o quarto colocado Cabofriense tem apenas um pontos a mais.

Na próxima rodada do Estadual, o Vasco terá o primeiro clássico pós-rebaixamento no Campeonato Brasileiro: pega o Flamengo no domingo, às 16h (de Brasília), no Maracanã. Já o Nova Iguaçu visita o Macaé no sábado às 17h. Visitante, o Vasco iniciou a partida desligado e quase sofreu o primeiro gol em uma bobeada aos 11min. Rafael Vaz foi entregar a bola para Martin Silva, mas deu nos pés do ataque adversário. Sem goleiro, Geovani arriscou o chute, mas o próprio Rafael Vaz, quase dentro do gol, salvou o Vasco de cabeça.

Em partida movimentada e com boas chances para ambos os lados, o time cruzmaltino tinha leve superioridade, mas também via o Nova Iguaçu chegar com perigo. Aos 29min, na melhor chance da partida, o atacante vascaíno Edmilson quase encobriu o goleiro adversário, mas viu o arqueiro se recuperar. Os donos da casa ainda tiveram um gol anulado em lance duvidoso antes do fim da etapa inicial. A equipe vascaína voltou com intensidade para o segundo tempo e dominou os primeiros instantes, perdendo chance atrás de chance. Aos 21min, William Barbio escorou cruzamento sozinho, mas mandou para fora. O gol finalmente saiu aos 26mim: em lance bizarro, o lateral Peter foi desviar cruzamento e, sozinho na área, chutou contra o próprio gol O atleta foi salvo por Rhayne, que aos 47min fez de cabeça e impediu a vitória vascaína.  

Felpuda


A continuar disparando tantas críticas ácidas contradizendo o seu partido, que em nível nacional ganhou até um ministério, político cá dessas bandas poderá ser colocado de escanteio e, se continuar nessa cruzada nada palatável para as lideranças, ser convidado gentilmente a “procurar o caminhão do qual caiu”, como se diz no popular. Os comentários são de que o dito-cujo age assim mais para ganhar holofotes. Esqueceu-se, pelo que se vê, que poderá ocorrer curto-circuito. Ui!