Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 18 de dezembro de 2018

FUTEBOL

Vasco quer tirar 100% do Botafogo na Taça Rio

20 MAR 2011Por Gazeta Press15h:02

Vasco e Botafogo se encontram neste domingo, às 18h30 (de Brasília), no Engenhão, no clássico da quarta rodada da Taça Rio. O Cruz-maltino está embalado por duas vitórias consecutivas, sendo a mais recente por 4 a 2 sobre o Madureira, e aparece com seis pontos no Grupo A. Ganhar é fundamental para seguir firme na zona de classificação para as semifinais. Para isso, porém, os vascaínos terão que acabar com os cem por cento de aproveitamento do Glorioso, que soma nove pontos no Grupo B, na liderança isolada após a goleada por 4 a 0 sobre o Americano.

Em um clássico que tem tudo para ser marcado pelo equilíbrio entre as equipes, os dois treinadores usam a estratégia de encher a bola do adversário, afastando assim qualquer rótulo de favoritismo.

"O Botafogo está com seu time formado há mais tempo, manteve parte da base da temporada passada e apresenta jogadores de qualidade. Além disso, vai jogar em um estádio onde está acostumado a desenvolver seu futebol. Mas o Vasco chega para este clássico também tendo os seus objetivos e com um grupo capaz de se superar. Por isso mesmo acredito que podemos conquistar um grande resultado", disse Ricardo Gomes, técnico do Vasco.

Se Ricardo Gomes vê no entrosamento o ponto forte de seu adversário, Joel Santana, comandante do Botafogo, acredita que o bom momento vivido pelos vascaínos nivela as coisas.

"Vamos enfrentar um adversário que está motivado pelos últimos resultados e que já conseguiu se recompor dentro da competição. Com certeza vamos enfrentar um Vasco muito forte e não no melhor momento. Mas o Botafogo tem sabido se comportar muito bem neste tipo de situação e está focando em garantir a classificação para as semifinais o mais rapidamente possível. Por isso precisamos entrar em campo determinados e colocar em prática tudo o que trabalhamos ao longo da semana", disse Joel.

Para o goleiro Jéfferson, o Glorioso tem sabido atuar em clássicos e isso pode ser um fator determinante no domingo. Nesse ano o Alvinegro derrotou o Fluminense por 3 a 2 na fase de classificação da Taça Guanabara, primeiro turno do Estadual.

"Esse tipo de jogo é decidido no detalhe, em algo errado que você fez ou em algo certo que você deixou de fazer. Portanto, ter equilíbrio neste tipo de confronto acaba sendo fundamental para deixar o campo com a vitória e graças a Deus o Botafogo tem conseguido agir desta maneira. Ganhamos bem do Fluminense e poderíamos ter tido uma melhor sorte contra o Flamengo. Mas o momento é de focarmos no Vasco, que é um time que atravessa um grande momento e que vai nos criar problemas. Mais uma vez teremos que ser equilibrados", disse o goleiro da seleção brasileira.

O bom desempenho do Botafogo em clássicos também tem sido discutido em São Januário. Os jogadores do Vasco acreditam que o Glorioso sabe tirar proveito de ter atletas bem experientes e acostumados a decidir. O ataque Mercosul, composto pelo argentino Herrera e pelo uruguaio Loco Abreu, é um constante foco de preocupação.

"O Botafogo conta com atacantes experientes, como o Herrera e o Loco Abreu, que sabem se movimentar bem dentro da área e encontrar o caminho para finalizar. Vamos ficar muito atentos ao que eles estarão desempenhando dentro de campo, pois qualquer descuido pode ser fatal. Mas nos serve de consolo o fato de sabermos que o Vasco também tem muita gente boa e capaz de decidir a partida em nosso favor", afirmou o goleiro Fernando Prass.

As duas equipes já estão bem encaminhadas para este confronto. O Vasco vai promover a estreia do meia Diego Souza, contratado junto ao Atlético-MG e que teve a sua documentação regularizada ao longo da semana. Com ele, Felipe jogará mais recuado, na função de segundo homem de meio-de-campo. Diego se juntará a Bernardo, autor de três gols contra o Madureira, na criação, que terá a missão de municiar a dupla de frente, composta por Eder Luis e Elton.

A dúvida de Ricardo Gomes está na lateral direita. Fagner está suspenso devido ao terceiro cartão amarelo recebido diante do Tricolor suburbano. Os reservas para o setor, o paraguaio Irrazábal e Max, se encontram em tratamento no departamento médico. Com isso, o volante Rômulo ou o meia Allan atuará improvisado no setor. No caso de optar pelo segundo, Gomes terá que barrar algum titular e a reserva sobrará para Elton.

Pelo lado do Botafogo, Joel Santana decidiu manter a formação que goleou o Americano na rodada passada. Com isso, o lateral esquerdo Márcio Azevedo, que estava ameaçado por conta das últimas atuações ruins, ganhará uma nova oportunidade. O volante Marcelo Mattos, que não joga desde a Taça Guanabara por conta de uma inflamação na sola do pé direito, que lhe provocava fortes dores, está à disposição. O jogador porém vai começar como opção no banco de reservas, pois não tem condições de atuar os noventa minutos.

FICHA TÉCNICA
VASCO X BOTAFOGO

Local: Estádio Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 20 de março de 2011 (Domingo)
Horário: 18h30(de Brasília)
Árbitro: Péricles Bassols (RJ)
Assistentes: Jackson dos Santos (RJ) e Wagner Santos (RJ)

VASCO: Fernando Prass; Rômulo, Dedé, Anderson Martins e Ramon; Eduardo Costa, Felipe, Bernardo e Diego Souza; Eder Luis e Elton (Allan)
Técnico: Ricardo Gomes

BOTAFOGO: Jéfferson; Lucas, João Filipe, Márcio Rosário e Márcio Azevedo; Arévalo, Rodrigo Mancha, Somália e Everton; Herrera e Loco Abreu
Técnico: Joel Santana
 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também