Sábado, 24 de Fevereiro de 2018

BRASILEIRO

Vasco e Flamengo empatam no primeiro clássico no Engenhão

24 OUT 2010Por GAZETA PRESS19h:32

Rio de Janeiro (RJ)

No primeiro clássico disputado no Engenhão, Vasco e Flamengo ficaram no empate por 1 a 1, neste domingo, pelo Campeonato Brasileiro. Com o resultado, as escritas foram mantidas: os cruzmaltinos seguem invictos no estádio enquanto o técnico Vanderlei Luxemburgo permanece invicto contra o rival quando comanda o rubro-negro.

O empate foi ruim para as duas equipes, pois o Vasco termina a rodada em 12º, com 42 pontos. Já o Flamengo foi a 38, uma posição atrás do rival.

Na próxima rodada, o Vasco vai até Salvador encarar o Vitória, no sábado. Já o Flamengo vai receber o Corinthians nesta quarta-feira na abertura da rodada.

O jogo

A partida começou em ritmo acelerado, com o Vasco melhor em campo e levando mais perigo para a zaga rubro-negra. No entanto, os atacantes cruzmaltinos não acertavam o gol de Marcelo Lomba. Já o Flamengo tentava atacar, mas não conseguia criar bons lances e parava na defesa vascaína.

A primeira boa chance de gol aconteceu aos 11 minutos. Após cobrança de falta de Fagner, o zagueiro Dedé subiu mais que a zaga do Flamengo e cabeceou. No entanto, a bola passou perto do gol do Flamengo. Dois minutos depois, em contra-ataque rápido, Éder Luís arriscou de fora da área e obrigou Marcelo Lomba a espalmar para escanteio. A resposta do Flamengo veio aos 17, quando Fernando Prass saiu mal do gol e deixou a bola com Leonardo Moura. O lateral-direito cruzou para Kléberson, que cabeceou, mas o garoto Diogo salvou a abertura do placar.

O lance animou o Flamengo, que conseguiu equilibrar a partida e quase marcou aos 21 minutos. Em ataque rápido, a bola chegou para Renato Abreu. O meia acertou belo chute que passou perto do gol de Fernando Prass. Dois minutos depois, o atacante Diego Maurício fez boa jogada e cruzou para Deivid. No entanto, o rubro-negro cabeceou em cima de Cesinha.

Quando o Flamengo vivia seu melhor momento no jogo, o Vasco conseguiu abrir o placar. AOs 27 minutos, Zé Roberto cruzou rasteiro pela direita, Wellinton foi tentar cortar e acertou Juan. A bola bateu no travessão e sobrou para o zagueiro Cesinha finalizar para a rede de Marcelo Lomba.

Após o gol, empurrado pelo técnico Vanderlei Luxemburgo, o Flamengo passou a adiantar a marcação e esboçou uma pressão sobre o Vasco. No entanto, os rubro-negros não eram efetivos e não chegavam com perigo ao gol de Fernando Prass. Já o Vasco começou a explorar os contra-ataques com velociadade e assustava o adversário. Tanto que aos 38 minutos, Éder Luís fez fila na zaga flamenguista e só parou quando foi derrubado por David. Na cobrança de falta, Dedé obrigou Marcelo Lomba a fazer grande defesa.

Nos minutos finais, o Vasco seguiu melhor e só tomou um susto quando Deivid cabeceou uma bola para o gol, mas em cima de Fernando Prass. No restante, os cruzmaltinos apenas esperaram para irem ao vestiário com a vantagem no clássico.

O segundo começou com o Flamengo mais ofensivo com a entrada de Petkovic no lugar de Kléberson. No entanto, quem teve a primeira boa chance de marcar foi o Vasco logo com quatro minutos. Wlllians perdeu bola para Felipe, que chutou por cima do gol de Marcelo Lomba.

O panorama da partida não mudou, com o Vasco mais recuado tentando encaixar nos contra-ataques e o Flamengo com mais domínio da bola, mas sem conseguir criar lances de perigo. Vendo isso, Vanderlei Luxemburgo fez suas últimas alterações: saíram Deivid e Juan para as entradas de Diogo e Marquinhos.

As mudanças surtiram efeito e aos 17 minutos Diogo quase marcou após cruzamento de Diego Maurício. Para malhorar a situação dos rubro-negros, três minutos depois, o zagueiro Dedé fez falta dura em Willians e recebeu o cartão vermelho.

Com um a mais, o Flamengo foi para cima do Vasco, que precisou colocar o zagueiro Jadson e tirou Zé Roberto, deixando a equipe mais defensiva. No entanto, a zaga vascaína ia conseguindo impedir os avanços dos rubro-negros, que rondavam a área, mas acertavam o gol cruzmaltino.

No entanto, de tanto insistir, o Flamengo conseguiu o empate aos 35 minutos. Marquinhos cruzou e o meia Renato Abreu raspou de cabeça para deslocar a bola e enganar Fernando Prass.

Nos minutos finais, o Flamengo pressionou o Vasco, mas não conseguiu marcar o gol da virada. Com isso, o clássico terminou empatado no Engenhão.

FICHA TÉCNICA
VASCO-RJ 1 x 1 FLAMENGO-RJ

Local: Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 24 de outubro de 2010 (Domingo)
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Gutemberg de Paula Fonseca (RJ)
Assistentes: Ediney Mascarenhas (RJ) e Luiz Muniz de Oliveira (RJ)
Renda: R$ 565.820,00
Público: 21.519 pagantes
Cartões amarelos: Felipe e Éder Luís (Vasco); Marquinhos e Renato Abreu (Flamengo)
Cartões vermelhos: Dedé (Vasco)
GOLS:
VASCO: Cesinha, aos 27min do primeiro tempo
FLAMENGO: Renato Abreu, aos 35min do segundo tempo

VASCO: Fernando Prass, Fagner, Dedé, Cesinha e Diogo; Rafael Carioca, Rômulo, Felipe (Felipe Bastos) e Zé Roberto (Jadson); Nunes (Renato Augusto) e Eder Luis
Técnico: PC Gusmão

FLAMENGO: Marcelo Lomba, Leonardo Moura, Welinton, David e Juan (Marquinhos); Maldonado, Willians, Kléberson (Petkovic) e Renato Abreu; Diego Maurício e Deivid (Diogo)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo
 

Leia Também