Quarta, 21 de Fevereiro de 2018

NOVO AUMENTO

Valor do DPVAT de carros e motos tem aumento de 7,8%

11 DEZ 2010Por VERA HALFEN04h:38

Os proprietários de veículos automotores terão de pagar mais pelo seguro obrigatório em 2011. O Seguro Obrigatório contra Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (DPVAT), que é pago junto com licenciamento de 2011, foi reajustado em 7,8% para automóveis, motos, caminhões e caminhonetas. Para ônibus e micro-ônibus, o aumento é de 15%, de acordo com publicação, ontem, no Diário Oficial da União. A correção foi autorizada pela Superintendência de Seguros Privados (Susep).

Os proprietários de automóveis e comerciais leves vão pagar DPVAT de R$ 101,16 no próximo ano, contra R$ 93,87. Já o seguro das motocicletas vai custar R$ 279,25, contra R$ 259,02 pagos neste ano. Ônibus e micro-ônibus vão arcar com R$ 396,47. A frota de veículos em Mato Grosso do Sul é de 954.731 veículos computados até a primeira semana de dezembro, contra 868.889 no mesmo período do ano passado, apontando crescimento de 9,9%. Automóveis e comerciais leves somam 548.657 unidades em 2010 e 501.733 em 2009, registrando aumento de 9,3%. A frota de motocicletas pulou de 222.160 no ano passado, para 246.889 unidades, com crescimento de 11,1%.

Já o volume arrecadado sobre a frota sul-mato-grossense é cerca de R$ 141,8 milhões.

 Seguro e multas
O seguro obrigatório deve ser pago pelos donos de veí-culos de todo o País, junto com as multas aplicadas pelos órgãos de trânsito. Somente depois da quitação dessas obrigações é que é emitido o Certificado de Registro de Licenciamento (documento que garante a circulação dos veículos).

Neste ano a Susep não reajustará o valor da indenização por morte e por invalidez, de R$ 13.500 (que pode chegar ao mesmo valor), e do reembolso de despesas médicas, que hoje é de R$ 2.700. O cálculo da indenização é feito de acordo com o tipo de lesão que a pessoa sofreu. Para receber a indenização não é preciso contratar advogados ou pagar comissão a terceiros.

Em todo o País, o seguro deverá ser pago por 63 milhões de veículos (frota nacional).

Leia Também