Sábado, 24 de Fevereiro de 2018

BRASIL

Valor da produção deve fechar 2010 em R$ 166,8 bilhões

13 OUT 2010Por 16h:15

O valor de produção das 20 principais lavouras brasileiras deve fechar 2010 em R$ 166,8 bilhões. Em termos reais, o resultado é 0,92% superior aos R$ 165,26 bilhões obtidos em 2009. O levantamento consolidado em setembro pela Assessoria de Gestão Estratégica do Ministério da Agricultura (AGE/Mapa) mostra que essa estimativa é a segunda maior da série histórica iniciada em 1997, inferior apenas aos R$ 173, 1 bilhões registrados em 2008. O estudo do chamado Valor Bruto da Produção (VBP) calcula o valor da produção antes de sair da fazenda, sem levar em consideração custos de transporte e inflação, por exemplo.

O coordenador de Planejamento Estratégico, José Gasques, afirma que o valor da produção deste ano está praticamente definido. “Resta apenas o fechamento dos resultados das lavouras de inverno, em especial o trigo. As lavouras de verão, que representam a maior parte do valor da renda da agricultura brasileira, têm seus resultados quase encerrados em 2010”, explica.

Os melhores resultados para o VBP, em 2010, são os da banana, cana-de-açúcar, laranja, café e cebola, que representam 39,2% do valor total da produção do país. O aumento real do valor de produção do café foi 23,9 %; da cebola, 97, 38 %; e da laranja, 20,0%.

Os resultados de 2010 refletem a combinação de uma safra elevada, acompanhada de preços baixos para os principais produtos agrícolas produzidos no Brasil. No conjunto de lavouras analisadas, oito apresentaram, este ano, preços reais (já descontada a inflação) maiores do que os obtidos em 2009. São elas: banana (7,9%), batata inglesa (13,6%), café (7,9%), cana-de-açúcar (8,9%), cebola (83,2%), laranja (15,6%), pimenta-do-reino (17,1%) e tomate (7,4%). Por outro lado, tiveram quedas acentuadas de preços arroz (- 11,0 %), milho (- 16,6%), soja (- 20,3%) e uva (- 29,7%). “Esses quatro produtos representam 41,3% do valor da produção em 2010 e impactam diretamente o valor da produção neste ano”, ressalta Gasques.

Valor por região - O VBP das cinco regiões brasileiras apresenta um comportamento diferenciado. No Norte, Sudeste e Sul, os resultados são positivos, com aumentos satisfatórios. O bom desempenho das lavouras de café foi decisivo para Minas Gerais, e os da cana-de-açúcar, para a economia de São Paulo.

No Sul, os maiores destaques foram Paraná e Santa Catarina. No Paraná, os resultados obtidos com a soja e o milho são responsáveis pelo acentuado aumento do valor da produção neste ano, embora outros produtos como fumo e batata inglesa também tenham obtido resultados muito bons. Em Santa Catarina, os aumentos de preço e de produção da cebola têm sido decisivos nos resultados do estado

Os resultados negativos no Centro-Oeste, especialmente em Mato Grosso e Goiás, foram motivados pelos baixos preços de milho e soja. Em Goiás, a queda do valor da produção também tem sido afetada pelos resultados do tomate, cujo valor da produção caiu 22,7% em relação a 2009. 


 

Leia Também