Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

segunda, 18 de fevereiro de 2019 - 17h37min

Valor da produção de MS deve crescer 9%

16 MAR 10 - 07h:58
A produção agrícola de Mato Grosso do Sul, que tem ótima estimat iva de de s emp e n h o nesta safra, segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), deve crescer 9% em Valor Bruto de Produção (VBP) neste ano, maior aumento do Centro-Oeste. O índice é resultado da multiplicação do total produzido em lavouras de cinco culturas do Estado pelos preços de venda. A conta é do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que espera produção total de R$ 4,3 bilhões em MS neste ano, ante R$ 4 bilhões obtidos no em 2009. É a soja que deve puxar a alta. Produtores rurais acreditam que os armazéns serão insuficientes para os 5 milhões de toneladas esperados, um recorde. A oleaginosa representa 80% da produção de grãos do Estado, e deve passar dos pouco mais de R$ 3 bilhões alcançados em 2009 para R$ 3,5 bilhões. “A produção e produtividade da soja estão muito altas neste ano, por isso o aumento no VBP”, explica o assessor de agricultura da Federação da Agricultura e Pecuária de MS (Famasul), Lucas Galvan. O milho segue em ascensão, e deverá somar R$ 681 milhões em VBP, alta de 14% no ano. Também está prevista expansão de 59% no valor bruto das lavouras de café, passando de R$ 4,4 milhões para R$ 7 milhões. A única queda prevista é a do trigo, que poderá encolher 26% em valor de produção, caindo de R$ 33,4 milhões, em 2009, para 24,6 milhões, no ano posterior. Lavouras de peso como a cana-de-açúcar, ou tradicionais, como a mandioca, ficaram de fora do cálculo do ministério. Em 2009, o valor de produção da cana-de-açúcar, levantado pela Famasul, por exemplo, totalizou mais de R$ 500 milhões, e não foi levada em conta pelo governo. Em Mato Grosso e Goiás elas são contabilizadas, elevando os valores. As estimativas para os estados vizinhos são mais gordas: R$ 18,4 bilhões e R$ 11,9 bilhões, respectivamente. As lavouras mato-grossenses deverão amargar queda de 7,9%, e as goianas, pequeno crescimento de 0,4% em Valor Bruto de Produção. Os preços já têm desconto de inflação.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Acidente em cruzamento tem capotamento e deixa dois feridos
TENTOU DESVIAR

Acidente em cruzamento tem capotamento e deixa dois feridos

Reparos na ponte da Panambi Vera começam esta semana
INTERDIÇÃO CHUVAS

Reparos na ponte da Panambi Vera começam esta semana

PREFEITURA

Atos Oficiais do município de Campo Grande 18/02/2019

Roberta D'Albuquerque:
COMPORTAMENTO

Roberta D'Albuquerque: "Despertar"

Mais Lidas