Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

Valdivia só joga 15 minutos e Chile perde para Alemanha

Valdivia só joga 15 minutos e Chile perde para Alemanha
05/03/2014 18:45 - Folhapress


Estreando a camisa com listras horizontais vermelhas e pretas, a seleção alemã foi dominada pelo Chile em amistoso hoje, em Stuttgart, mas garantiu a vitória por 1 a 0. O meia-atacante Mario Götze fez o gol aos 15 min.

O meia palmeirense Valvidia entrou apenas aos 30 min do segundo tempo. O lateral esquerdo santista Mena ficou no banco de reservas.

Outros seis jogadores, entre os 23 convocados chilenos, têm passagem pelo futebol brasileiro: Marcos González, do Flamengo, Aránguiz, do Inter, Herrera, ex-Corinthians, Pinilla, ex-Vasco, Beausejour e Vargas, ambos ex-Grêmio.

O Jogo

Os dois treinadores fizeram várias experiências na escalação inicial, usando jogadores reservas e testando opções para a convocação à Copa do Mundo.

O Chile novamente mostrou força diante de uma seleção tradicional. Havia empatado com a Espanha por 2 a 2 em setembro do ano passado, na Suíça, batido a Inglaterra por 2 a 0 em Londres, em novembro, e, em seguida, caído por 2 a 1 diante do Brasil no Canadá.

Os chilenos dominaram a partida na Alemanha. Mantiveram maior posse de bola, controlaram as ações e criaram mais chances de gol. Faltaram eficiência e contundência.

O capitão alemão Lahm, jogando como volante, salvou em cima da linha uma cabeçada de Vidal aos 8 min.

Já os donos da casa não falharam quando tiveram oportunidade. Aos 15 min, após avançarem tocando a bola, Özil deu assistência na área para Götze, livre, balançar a rede.
O panorama se manteve até o fim do duelo.

Livre na área, Vargas acertou o travessão da Alemanha aos 16 min do segundo tempo.
Os alemães ainda têm amistosos agendados contra Polônia, Camarões e Armênia. Os chilenos vão se preparar diante de Egito e Irlanda do Norte.

A Alemanha jogará contra Portugal, Gana e EUA no Grupo G do Mundial. No B, o Chile enfrentará Espanha, Holanda e Austrália.
 

Felpuda


A continuar disparando tantas críticas ácidas contradizendo o seu partido, que em nível nacional ganhou até um ministério, político cá dessas bandas poderá ser colocado de escanteio e, se continuar nessa cruzada nada palatável para as lideranças, ser convidado gentilmente a “procurar o caminhão do qual caiu”, como se diz no popular. Os comentários são de que o dito-cujo age assim mais para ganhar holofotes. Esqueceu-se, pelo que se vê, que poderá ocorrer curto-circuito. Ui!