Sábado, 24 de Fevereiro de 2018

vedão

Valdivia diz que não se importa com tabu

25 FEV 2011Por globo esporte12h:14

O Palmeiras não vence o São Paulo no estádio do Morumbi desde 2002, quando o Verdão superou o rival por 4 a 2 pelo extinto Torneio Rio-São Paulo. O time terá a chance de quebrar o tabu em confronto pelo Paulistão no próximo domingo, às 16h. Essa longa sequência sem vitórias não chega a incomodar o meia Valdivia tanto quanto aborrece o torcedor alviverde, mas o jogador reconhece a pressão para dar fim a essa escrita.

- É muito tempo, incomoda alguns jogadores, porém mais ainda o torcedor. Cheguei em 2006, então, para mim, a história conta a partir desse ano. O time sabe que existe uma pressão para ganhar dentro do Morumbi, mas, seja onde for, temos de pensar em vencer - disse o chileno.

O Mago não demonstra a mesma calma a respeito das constantes críticas que o Verdão recebe na imprensa. Apesar de estar na liderança do estadual, o ataque alviverde está longe de ser o melhor da competição e é alvo de reclamações, inclusive, do técnico Luiz Felipe Scolari.

- Quando o Corinthians foi eliminado da Libertadores, a imprensa falou por uns dois dias e depois ninguém falou mais nada. Já o Palmeiras, parece que o time está em último, com o grupo brigando, e é o contrário. A equipe está tranquila, não está pensando em perder (o clássico de domingo) e se isso acontecer não será o fim do campeonato. Por enquanto, estamos na liderança, o que nos deixa tranquilos. Vamos brigar para nos manter assim - afirmou.

O chileno, porém, reconhece que a equipe necessita de um jogador de referência na área, já que Kleber costuma sair dessa região para ajudá-lo na criação de jogadas. Contra o Mogi Mirim, pela última rodada do Paulistão, o Palmeiras não conseguiu balançar as redes, mas o empate em 0 a 0 garantiu o time no topo da classificação. Agora, contra o Tricolor, Valdivia promete uma história diferente e descarta o cansaço da viagem a Teresina como fator favorável ao adversário:

- Chega a hora em que o juiz apita (em um clássico), você se esquece de tudo que já passou. Todo jogo é diferente. Até porque a motivação é totalmente diferente de você jogar contra o Mogi Mirim. Estamos preparados para jogar duas vezes por semana e não existe essa de descansar mais significar que vai ganhar o jogo.

Embora demonstre confiança, Valdivia aponta as dificuldades para a partida de domingo. O meia ressalta que os donos da casa conhecem os atalhos do estádio do Morumbi.:

- É um campo grande, que o São Paulo conhece melhor. É difícil jogar lá. O time tem de ocupar todos os espaços, mas vamos tentar quebrar essa história (de não vencer o Tricolor no Morumbi desde 2002). O clássico é muito importante e queremos ganhar.
 

Leia Também