Sexta, 23 de Fevereiro de 2018

Pecuária

Vacinação contra aftosa na ZAV poderá ser feita por qualquer veterinário

4 OUT 2010Por ADRIANA MOLINA 15h:15

Em entrevista na manhã de hoje, a diretora presidente da Agência Estadual de Defesa Animal e Vegetal (Iagro), Maria Cristina Galvão Rosa Carrijo, informou que, neste ano, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) autorizou a imunização dos animais da Zona de Alta Vigilância (ZAV) por veterinários não pertencentes a Iagro, desde que passem por qualificação no órgão. 

Na próxima quarta-feira, a Agência começa o primeiro curso para os interessados. “Qualquer veterinário poderá vacinar, desde que faça o curso na Iagro e vacine mediante fiscalização do órgão e com a dose adquirida pelo governo”, resumiu a diretora-presidente. Mesmo não sendo feita com agulha oficial, 250 técnicos e auxiliares serão enviados à região pelo órgão para fazer a auditoria do procedimento. 

A vacinação contra febre aftosa na ZAV começou hoje. Cerca de 6,5 mil produtores dos 11 municípios que compreendem a região de fronteira e parte do sul de Mato Grosso do Sul, terão 45 dias para vacinar o rebanho estimado em 800 mil bovinos.

 

Todo rebanho

A vacinação contra febre aftosa deverá até dezembro ser feita em todo o rebanho bovino e bubalino, de mamando a caducando. Nos animais que não pertencem à zona, o período de imunização é de 01 e 30 de novembro na região de planalto, atingindo 19 milhões de cabeças. Já no Pantanal o procedimento poderá ser feito entre 01 de novembro e 15 de dezembro, em cerca de 1 milhão de cabeças previstas pelo órgão.

Leia Também