CIDADES

Vacina contra gripe suína deve atingir 1,18 milhão no Estado

Vacina contra gripe suína deve atingir 1,18 milhão no Estado
03/03/2010 05:53 -


Vacinação contra gripe A H1N1, também conhecida como gripe suína, começa no próximo dia 8 em todo o Brasil e em Mato Grosso do Sul o Ministério da Saúde pretende vacinar 1,18 milhão de pessoas durante as cinco etapas de imunização. Para isso já foram repassadas ao Estado doses, seringas, agulhas e informativos sobre a doença. Além do repasse das doses está prevista a chegada de 111 mil comprimidos do antiviral Tamiflu, quantidade suficiente para 11 mil tratamentos de pacientes. O ministério pretende vacinar 91 milhões de pessoas contra a gripe suína com as 113 milhões de doses adquiridas. No entanto, parte delas foi reservada para o caso de ocorrer alteração no quadro epidemiológico durante o próximo inverno. Ao todo, 36 mil pontos de vacinação serão montados em todo o País e a logística de aplicação será de cada secretaria estadual de saúde. Para isso, técnicos da secretaria de Mato Grosso do Sul se reuniram na tarde de ontem com representantes das secretarias municipais de saúde para repassar informações sobre como será desenvolvido o trabalho de imunização. Calendário O cronograma da vacinação será dividido em cinco fases, conforme prioridade de cada grupo. Os profissionais da rede de saúde e os indígenas serão vacinados de 8 a 19 de março. Gestantes, crianças entre 6 meses a 2 anos de idade, além de doentes crônicos como obesos, asmáticos e diabéticos – exceto idosos – terão o período de 22 de março a 2 de abril para tomar a dose da vacina. Já as pessoas entre 20 e 29 anos serão vacinados de 5 a 23 de abril. Pessoas acima de 60 anos serão vacinados contra a gripe comum, já os portadores de doenças crônicas também receberão dose contra a gripe A. Ao todo, cerca de 19 milhões de idosos, serão imunizados durante a Campanha Nacional de Vacinação, que ocorre de 24 de abril a 7 de maio. A população com idade entre 30 e 39 anos será vacinada de 10 a 21 de maio.
smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".