Segunda, 18 de Dezembro de 2017

Bairro Guanandi

Usuário de drogas incendeia casa da família e tia morre carbonizada

28 DEZ 2013Por LAURA HOLSBACK E VÂNYA SANTOS09h:30

Lucinéia Aparecida Moreira dos Santos, de 61 anos, morreu carbonizada durante a madrugada deste sábado (28). O incêndio aconteceu numa residência localizada na Rua Mirim, Bairro Guanandi, em Campo Grande.

O suspeito de atear fogo no imóvel é Rosalvo Basílio, de 38 anos, sobrinho da vítima. Segundo familiares, ele é alcoólatra, usuário de drogas e momentos antes do fato esteve na casa ameaçando atear fogo no imóvel e matar toda a família.

No terreno existem duas casas. Na da frente morava Rosalvo, a mãe Maria Alves Vera, de 77 anos, o pai Antônio Basílio Filho, 71, e a tia Lucinéia. Já no imóvel dos fundos mora o irmão de Rosalvo, Aparecido Alves Vera, de 49 anos, a esposa e três filhos.

Aparecido foi quem percebeu que o fogo na casa dos pais. Ele então acionou uma equipe da Polícia Militar (PM), que passava pelo local e resgatou Maria e Antônio. Lucinéia, que era cadeirante, não foi resgatada porque seu quarto já estava tomado pelas chamas.

Um sobrinho da vítima, de 16 anos, filho de Aparecido, tentou retirar Lucinéia da casa, mas sofreu queimadura nas costas e foi socorrido.

Já Rosalvo foi encontrado momentos depois, pela PM, consumindo bebida alcoólica num bar da região. 

Leia Também