Segunda, 18 de Junho de 2018

Usuário de drogas é assassinado a tiro

15 ABR 2010Por 04h:35
NADYENKA CASTRO

Usuário de drogas e conhecido por cometer furtos na região dos bairros situados na região da saída para Sidrolândia, em Campo Grande, Júlio Costa Correa, 32 anos, foi morto a tiro. O assassinato ocorreu por volta das 6 horas de ontem, no Bairro Morada do Sol, onde a vítima residia.
O crime aconteceu na Rua Marco Feliz, que é uma via não pavimentada, margeada por terrenos baldios e poucas casas. Sobre a terra da rua, no local exato em que Júlio caiu, ficaram manchas de sangue. Este é o terceiro homicídio ocorrido na Capital, desde a noite de segunda-feira.
Júlio foi assassinado próximo da casa de alvenaria onde residia sozinho. Moradores do bairro, que preferiram não se identificar, contam que a vítima era usuária de drogas e fazia os furtos para sustentar o vício.
Declararam, ainda, que  devido aos crimes cometidos, muitas pessoas o ameaçavam de morte. Ainda de acordo com vizinhos, Júlio morava desde adolescente no bairro, com a família.
Ele chegou a ter trabalho e salário fixos. “Ele tinha emprego. Acho que era motorista. Era um rapaz bom, bem apessoado, vestia roupas boas e distribuía cestas básicas no Natal para os mais carentes aqui do bairro”, conta uma moradora. Segundo ela, Júlio passou a usar entorpecentes há alguns poucos anos e depois disso, foi abandonado pela família. “Todo mundo foi embora. Toda a família é trabalhadora”, diz uma vizinha dele.
A vítima foi vista pela última vez na noite de terça-feira, por um vizinho, que lhe deu janta. Na manhã de ontem, esta pessoa viu o corpo dele na rua e acionou a polícia. De acordo com boletim de ocorrência, o tiro que matou Júlio foi desferido a curta distância e provocou esfumaçamento na face dele. A vítima estava em uma bicicleta. Na garupa do veículo havia um aparelho de som e outros objetos menores, que foram apreendidos pela polícia.

Antecedentes
Júlio, conhecido como “Profeta”, já esteve preso por diversas vezes, desde 2007. Todas por furto. A última, foi em setembro do ano passado, quando foi autuado por tentativa de furto. Ele ficou na cadeia até janeiro deste ano.

Outros assassinatos
Os outros homicídios, desde a noite de segunda-feira, aconteceram no Jardim Caiçara e no Bairro Mário Covas.
No Caiçara, foi morto Micheenner Alves Rodrigues Lima, 23 anos, o “Gasparzinho” e no Mário Covas, A.L.S, 14 anos, foi morta por tiros disparados por outro adolescente. O autor dos disparos, L.O.A.O, 16 anos, também foi baleado. Ele foi ferido com um tiro no rosto, foi apreendido e confessou o crime.

Leia Também