sábado, 21 de julho de 2018

USP para em protesto contra ação policial e por melhores salários

2 JUN 2009Por 17h:05
     

         

A Universidade de São Paulo (USP) parou hoje (2) em um ato de protesto de professores, alunos e funcionários contra a presença de policiais militares no campus da Cidade Universitária e para reivindicar a reabertura de negociações de aumento salarial e outras melhorias. Os funcionários técnico-administrativos estão em greve há 28 dias. Entre outras reivindicações, a pauta pede a correção de salários em 10%.

Com informações da Agência Brasil

Leia Também