Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

DENÚNCIA

Usina é multada em R$ 378 mil por incêndio

4 SET 12 - 14h:00DA REDAÇÃO

Policiais Militares Ambientais de Costa Rica (MS) autuaram ontem (03) uma usina de açúcar e álcool do município por incêndio ilegal. Eles receberam denúncia a respeito de um incêndio ocorrido na propriedade rural da empresa Triunfo I, no dia 30 de agosto (quinta-feira) e foram ao local.

Segundo funcionários, o fogo teve início em um caminhão que executava a colheita, que teve problemas na parte elétrica. As chamas atingiram o canavial e outras áreas da propriedade.

A investigação terminou ontem, depois que os policiais fizeram levantamentos e medidas com GPS das áreas queimadas, que somaram 198 hectares de canavial, 11 hectares de área de preservação permanente (APP) da fazenda. O incêndio invadiu uma propriedade vizinha e queimou também 14 hectares de lenha de um desmatamento legalmente autorizado.

A usina foi multada em R$ 378 mil, conforme o Decreto Federal 6.514/2008. Os responsáveis pelo incêndio poderão responder por crime culposo de provocar incêndio em mata ou floresta. A pena é de 06 meses a 01 ano de detenção. Se a investigação que será feita pela Polícia Civil determinar que o incêndio foi intencional, a pena sobe para 2 a 4 anos de reclusão.

No dia 29 de agosto, pelo mesmo motivo, A PMA havia autuado em R$ 1,77 milhão uma empresa do mesmo ramo, localizada no município de Brasilândia (MS). 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

AMEAÇA MUNDIAL

EUA dizem que coronavírus é ameaça séria, mas que não houve novos casos no país

Autoridades informaram que não houve "por ora" novos casos
Múltiplos do 718
CORREIO VEÍCULOS

Múltiplos do 718

Caminho virtual
PERFIL

Caminho virtual

Próximos do fim do mundo
Via Streaming

Próximos do fim do mundo

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião