Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Usado por Merkel, celular superseguro custará R$ 6,5 mil

10 MAR 14 - 07h:00terra

A Secusmart GmbH já vendeu milhares de smartphones superseguros utilizados por altos funcionários do governo, como a chanceler alemã Angela Merkel. De olho no crescimento das preocupações envolvendo privacidade por parte dos usuários, a empresa prevê que cidadãos comuns também se tornarão grandes compradores de seus dispositivos de R$ 6,5 mil (US$ 2,7 mil), segundo informações publicadas pela Bloomberg.

A companhia está entre os fabricantes que criptografam chamadas para impedir escutas nos aparelhos. Bancos, escritórios de advocacia e outras empresas interessadas em evitar que suas conversas sejam monitoradas estão entre os possíveis novos clientes do negócio.

As revelações de espionagem pela Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos e de outras autoridades, incluindo relatos de que conversas telefônicas de Merkel haviam sido alvo de escutas, levaram a uma onda de produtos e serviços especializados na proteção das informações pessoais dos cidadãos. O tema será destaque na feira de tecnologia CeBIT, realizada a partir de amanhã em Hanover, na Alemanha.

O desafio para expandir o atual mercado de smarphones do gênero, segundo a publicação, é convencer os consumidores de que os dispositivos de segurança não tornarão o uso dos aparelhos mais difícil. 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Homem é morto a tiros ao chegar na casa da namorada
PONTA PORÃ

Homem é morto com 16 tiros na fronteira

MUNDO

Manifestantes em mais de 150 países defendem meio ambiente

MUDANÇAS

Sancionada MP que permite que bancos abram aos sábados

Professores também podem lecionar no domingo
Deputado é criticado por <br> fazer copia e cola de lei federal
PROTEÇÃO DE DADOS

Deputado é criticado por
fazer copia e cola de lei federal

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião