Terça, 12 de Dezembro de 2017

SISU

Universidades Públicas terão
9,7 mil vagas no Estado em 2014

29 DEZ 2013Por DA REDAÇÃO00h:00

Se contabilizadas as 180 novas vagas previstas para os cursos de graduação da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) e as 961 da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), que agora fará parte do Sistema de Seleção Unificado (Sisu), do governo federal, os estudantes do Estado que pretendem ingressar em um curso superior em instituição pública em 2014, vão ter disponíveis 9.701 vagas, de acordo com matéria de hoje (29) no jornal Correio do Estado. Esse número é real quando se leva em conta as vagas oferecidas nos dois semestres de 2013, somadas às novas 180 vagas na UFMS e as 961 da UFGD. Em 2013, apenas três universidades aderiram ao Sisu e para 2014, a novidade é a UFGD, que pela primeira vez vai oferecer vagas através do sistema federal. Das 1.915 vagas destinadas a ingresso para o ano que vem na instiruição, 961 serão através do Sisu.

A Universidade Federal não informou a previsão de vagas para 2014, mas em 2013, nos dois semestres em que ocorre a seleção do Sisu, foram ofertadas 5.960. Somadas às novas 180 para os campi de Nova Andradina, Paranaíba e Três Lagoas, a previsão é de 6.140 vagas para o ano que vem. Já a Uems reduziu em 50 a quantidade de vagas em relação a 2013, e deve disponibilizar 2,3 mil. As vagas são para preenchimento de 55 cursos de graduação das quinze unidades da instituição espalhadas pelo Estado, valendo para candidatos que realizaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) referente ao ano de 2013. Até o momento, apenas a UEMS e a UFGD confirmaram as vagas destinadas ao Sisu para 2014.

A quarta instituição que oferece vagas através do Sisu no Estado é o Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS), que ofereceu 240 vagas de ensino superior no primeiro semestre de 2013 e mais 120 no segundo semestre, totalizando 360 vagas. Para 2014, a previsão é de que esse número caia para 300. A UFGD concentra seus cursos na segunda maior cidade do Estado: Dourados. São cinco novas graduações a partir do ano que vem: Física (licenciatura) e Engenharias Civil, Mecânica, de Computação e de Aquicultura. Cada um deles vai ter 60 vagas. Há ainda a ampliação de vagas nos cursos de Medicina, com mais 30 vagas e Química e Matemática (ambos licenciatura) com mais 60 em cada, totalizando 450 novas vagas. Todos faraão parte da seleção via Sisu. A universidade mantém 954 vagas através do vestibular tradicional. A reportagem é de Lucia Morel. 

Leia Também