domingo, 15 de julho de 2018

EDUCAÇÃO

Universidades federais são as melhores na primeira fase da OAB

10 DEZ 2010Por FOLHA ONLINE10h:45

Das dez instituições de ensino superior que conseguiram os maiores índices de aprovação no exame nacional unificado da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), nove são federais.

A exceção é uma escola particular paulista: a Escola de Direito de São Paulo, da FGV (Fundação Getulio Vargas), que teve o segundo melhor índice de aprovação -de seus 27 estudantes no exame, só 1 foi reprovado.

No Estado de São Paulo, a relação das dez com melhores índices de aprovação inclui as tradicionais USP, Unesp, PUC, Mackenzie.

Os números obtidos pela Folha referem-se à primeira fase do exame, da qual participaram 105.315 bacharéis de todo o Brasil.

Dessa lista foram excluídas as instituições representadas no exame por menos de cinco candidatos.

Os números relativos à segunda fase ainda não foram divulgados. Pelos dados preliminares, haverá uma reprovação recorde de 88% nas duas etapas, segundo a OAB.

Das 898 escolas relacionadas, a com melhor índice de aproveitamento foi a Universidade Federal do Espírito Santo, com 97%.

Das 90 pessoas que declaram ter se formado nessa instituição, apenas 3 delas não conseguiram média suficiente (50% de acertos) para prosseguir no exame.

A lista tem ainda três federais de MG e uma de PE, CE, RN, RS e BA. Todas essas conseguiram aprovação acima de 90%.

Leia Também