Segunda, 19 de Fevereiro de 2018

Universidade e MPF assinam Acordo de Cooperação Técnica

23 JUL 2010Por 08h:30
     

A Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) e Procuradoria da República do Município de Corumbá (MPF) assinaram um Acordo de Cooperação Técnica que visa à execução do projeto Para sempre Rio Paraguai.

O projeto prevê a análise de 96 quilômetros de rio, que compreende o trecho entre Corumbá e Porto Morrinho, por pesquisadores e bolsistas da UFMS, que após o diagnóstico, encaminharão o laudo ao MPF, que tomará as medidas judiciais em defesa do meio ambiente.

O financiamento da pesquisa será disponibilizado pelo MPF por meio de recursos advindos de Termo de Ajustamento e Conduta (TAC) realizados com empreendimentos que agrediram o Pantanal. Serão disponibilizados R$ 100 mil para aquisição de equipamentos do laboratório de Geoprocessamento do Câmpus do Pantanal (CPAN), e R$ 28 mil para a contratação de 10 bolsistas que irão apoiar o projeto.

O procurador da República em Corumbá, Wilson Rocha Assis disse que o trecho escolhido foi em razão de ser a área mais atingida dos rios. Afirmou também, que quem ganha com esse tipo de ação é a sociedade.

A UFMS se comprometeu com a equipe de pesquisadores, com as instalações físicas, com os veículos, as embarcações e o combustível.

Assinaram o acordo o procurador e o vice-reitor, João Ricardo Tognini.

Leia Também