quarta, 18 de julho de 2018

Universidade americana se nega a formar alunos obesos

1 DEZ 2009Por 16h:12
     

                Uma universidade dos Estados Unidos está provocando polêmica após anunciar que vai recusar a formatura de alunos obesos. Em 2006, a Lincoln University, em Oxford, no Estado da Pensilvânia, havia obrigado os estudantes com índice de massa corpórea (IMC) acima de 30 --um indicador de obesidade-- a praticar Educação Física três horas por semana. O curso inclui atividades como hidroginástica, aeróbica e artes marciais. Agora que a primeira turma está para se formar, os que não reduziram seu IMC correm o risco de não conseguirem se formar. "Cerca de 15% de nossos alunos não conseguiram um IMC menor que 30, portanto, esperamos que dezenas deles não completem o curso", disse à BBC James L. DeBoy, chefe do departamento de Saúde, Educação Física e Recreação da universidade.

                Com informações da Folha Online

Leia Também