Campo Grande - MS, segunda, 20 de agosto de 2018

MEIO AMBIENTE

União e Estado começam a discutir políticas públicas para área de Belo Monte

28 MAI 2011Por JORNAL DO BRASIL06h:11

Com o objetivo de discutir a implantação de políticas públicas na área de influência da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, o governador Simão Jatene se reuniu na manhã desta sexta-feira (27), no gabinete do Comando da Polícia Militar, o subchefe da Casa Civil da Presidência da República e coordenador do Comitê Gestor Belo Monte, Johanns Elck.

“Esse foi o primeiro encontro do governo federal com o governo estadual para debater ações imediatas que possam minimizar os impactos da construção da usina. Foi bastante positivo e temos certeza que será o primeiro de muitos que virão”, afirmou Johanns Elck. Ele informou que na próxima sexta-feira (3) será instalado o Comitê Gestor do Plano de Desenvolvimento Regional e Sustentável do Xingu, no município de Altamira, região do Xingu, onde a usina será construída.

O comitê será composto por 15 representações governamentais e terá como principal objetivo acompanhar a execução da obra. “Estamos definindo uma sequência de ações que deverão ser efetivadas o mais rápido possível”, acrescentou. Na próxima semana, o governador voltará a se reunir com representantes do governo federal para continuar as discussões sobre o assunto.

Assistência Social – Durante o encontro foram discutidas também medidas de assistência social para minimizar os impactos do projeto. “A Sedes (Secretaria de Estado de Assistência e Desenvolvimento Social) está iniciando um processo de articulação com as secretarias municipais, para que juntas sejam capazes de identificar as solicitações das populações que vivem em torno da área. Queremos saber quais as prioridades das pessoas e o que podemos fazer para contribuir”, ressaltou Meive Piacesi, secretária adjunta da Sedes.

Segundo ela, o primeiro passo desse plano de enfrentamento dos impactos gerados pela obra será a realização de uma grande operação de cidadania e prestação de serviços, na região do Xingu.

Participaram também da reunião a secretária de Estado de Meio Ambiente, Tereza Cativo, e o secretário Extraordinário para Assuntos de Energia do Pará, Nicias Ribeiro.

Leia Também