CAMPO GRANDE

União aprova R$ 70 milhões para obras de contenção de enchentes

União aprova R$ 70 milhões para obras de contenção de enchentes
17/07/2012 17:30 - Gabriel Maymone


O Ministério das Cidades aprovou a liberação de R$ 70 milhões em recursos para obras de contenção de enchentes em Campo Grande. A informação foi dada pelo senador Waldemir Moka ao prefeito Nelson Trad.

O projeto prevê que mais de 61% dos recursos, R$ 42 milhões, serão destinados para as obras no Rio Anhanduizinho, onde estão programadas intervenções num trecho de oito quilômetros entre a rua Santa Adélia (no Bairro Coophafama) e avenida Campestre (no Conjunto Aero Rancho). As obras no Jockey Clube e Marcos Roberto estão orçadas em R$ 17 milhões e na região de influência do Cabaça, custarão R$ 9 milhões.

De acordo com o secretário municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação, João Antonio De Marco, a recomposição das margens será feita levando em conta as características de cada trecho. Nos locais onde a velocidade da enxurrada é mais lenta, o problema se resolve só com o plantio de grama; onde a intensidade for mediana, a canalização será em gabião e nas áreas críticas, muros de contenção de concreto armado. Haverá trechos em que se recorrerá às três soluções de forma combinada para garantir a estabilização dos barrancos.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".