sexta, 20 de julho de 2018

Uma legião de torcidas de olho no desempenho do Grêmio

5 DEZ 2009Por 15h:00
     

        Da redação

        O Grêmio não disputa mais posições na classificação do Campeonato Brasileiro, mas terá de jogar como nunca - para defender os interesses do Internacional, do Palmeiras e do São Paulo - contra o Flamengo, neste domingo, às 16 horas, no Maracanã. Se empatar ou vencer, conterá o time rubro-negro e deixará caminho aberto para ele ser ultrapassado pelos outros concorrentes ao título. Se perder com falhas, será colocado sob suspeita de favorecimento ao clube carioca.
        Jogadores, treinador e dirigentes não escondem que a situação incomoda e tentaram se eximir da responsabilidade que os outros interessados tentaram lhe atribuir. Muitos deles lembraram que o rival Internacional chegou a ter 12 pontos de vantagem para o Flamengo, para quem perdeu no Maracanã, e não pode se queixar de uma eventual derrota tricolor.
        Para evitar polêmica, os gremistas também garantiram que quem entrar em campo vai lutar pela vitória, mas não adiantaram a escalação. É certo que o time estará descaracterizado pelas ausências dos zagueiros Réver e Rafael Marques, contundidos, do volante Fábio Rochemback, suspenso, e até do meia Tcheco, que não renovou contrato e se despediu da torcida no domingo passado
        O goleiro Victor deve ser preservado, por ser de seleção e jogar em posição muito vulnerável. Se fechasse o gol, correria o risco de ser criticado pela torcida do Grêmio. Em caso de falha, poderia passar a ser questionado pelos adversários. O meia Souza também deve ficar de fora por ter dado e desmentido declarações polêmicas durante a semana.
        Inicialmente, ele falou em fazer o que a torcida pedia, mas depois ressalvou que há limites para tudo e garantiu que, entrando em campo, lutaria pela vitória. Diante das circunstâncias, é provável que o técnico interino Marcelo Rospide monte o time com alguns reservas promissores, como o meia Maílson e o atacante Ricardo. (informações do Terra)

Leia Também