Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

SAÚDE

Uma lata de refrigerante tem mais açúcar do que o limite por dia

Uma lata de refrigerante tem mais açúcar do que o limite por dia
06/03/2014 15:47 - Jornal Ciência


As pessoas devem ingerir apenas seis colheres de chá de açúcar por dia, diz Organização Mundial da Saúde

Os chefes de saúde da ONU alertam que tanto adultos quanto crianças devem reduzir sua ingestão média de açúcar para evitar a obesidade, as doenças cardíacas, entre outras patologias.

A quantidade diretriz foi reduzida drasticamente em meio a temores de que o açúcar representa o mesmo perigo para a saúde tal como o tabaco. Graham MacGregor, um cardiologista e ativista da saúde em Londres, disse: "A adição de açúcar é uma parte completamente desnecessária de nossas dietas, contribuindo apenas para a obesidade, diabetes do tipo II e cárie dentária. Nós já sabíamos sobre os riscos do açúcar para a saúde há anos e ainda assim nada de substancial foi feito.”.

"As novas recomendações serão um alerta para o Ministério da Saúde e o Governo para tomarem medidas, forçando a indústria de alimentos a reduzir lentamente a enorme quantidade de açúcar adicionado em suas linhas de produtos.", reitera Graham.

O número de adultos obesos britânicos deve dobrar, passando de um em quatro para um em dois, em 2050. A Organização Mundial de Saúde da ONU disse que isso está sendo abastecido pelo açúcar escondido em alimentos processados e bebidas, tais como iogurtes, molhos, refrigerantes, sucos e vitaminas.

O consumo de uma única lata de refrigerante já pode ultrapassar o limite diário para uma criança já que, por exemplo, a Coca-Cola possui sete colheres de açúcar em sua composição. Então, certamente, o consumo de bebidas adocicadas deve ser feito com muito cuidado.

Andrew Percy, integrante de um seleto comitê de saúde, afirma: "O que nós precisamos fazer é educar as pessoas sobre o alimento, e colocar a rotulagem adequada dele é importante para isso. Entretanto, no final, as pessoas devem ter a liberdade para fazer suas próprias escolhas.".

Felpuda


É grande a expectativa em torno de qual foi a justificativa de conhecida figura que beneficiou sujeito, e este, aproveitando a, digamos, boa vontade demonstrada, simplesmente “sumiu do mapa”. Órgão nacional pediu explicações para o “benfeitor”, e o prazo já venceu. Como as decisões por lá não ficam escondidas do distinto público, logo, logo, a curiosidade deverá ser contemplada. É esperar para conferir!