Sábado, 17 de Fevereiro de 2018

Pesquisa

Um único espirro pode contaminar uma sala por horas

2 FEV 2011Por Veja23h:00

Basta que uma pessoa gripada dê um único espirro para contaminar por horas todo o ambiente – como um quarto, uma sala ou um escritório. É o que diz uma pesquisa publicada no periódico Journal of the Royal Society Interface por uma equipe de especialistas da Virginia Polytechnic Institute and State University, dos Estados Unidos. Segundo eles, os perdigotos flutuam no ar em concentrações suficientes para propagar a doença.

A descoberta vai ao encontro da ideia já concebida de que não se deve ficar muito tempo na sala de espera de um consultório médico, por exemplo - porque é um local com alta concentração dessas partículas microscópicas contaminadas. A tese é válida ainda para explicar porque é comum pegar gripes e resfriados durante viagens de avião ou ônibus.

Pesquisa – Para chegar aos resultados, a equipe americana colheu amostras de ar de salas de espera de clínicas médicas, de enfermarias e de aeronaves que fizeram viagens entre as duas costas dos Estados Unidos. Metade dessas amostras estavam contaminadas com o vírus da gripe.

Os cientistas descobriram que um metro cúbico de ar típico continha, em média , 16.000 gotículas liberadas na tosse ou no espirro.

Durante uma tosse podem ser liberados no ar cerca de 3.000 partículas de saliva, a uma velocidade de 22,3 metros por segundo. Já um espirro chega a conter até 40.000 gotículas, algumas das quais saem do corpo a uma velocidade de quase 45 metros por segundo.

Leia Também