BRUNO MARANHÃO

Um dos fundadores do PT morre no Recife

Um dos fundadores do PT morre no Recife
27/01/2014 10:30 - correio24horas


Um dos fundadores do PT, o engenheiro mecânico Bruno Maranhão morreu no sábado (25), no Recife, aos 74 anos. Seu corpo foi cremado na manhã deste domingo (26), no Cemitério Morada da Paz, no município de Paulista (PE). Ele estava hospitalizado havia duas semanas e morreu por falência múltipla dos órgãos. Passou os últimos dias sedado e respirava com ajuda de aparelhos.

Militante histórico da esquerda política, Maranhão pertencia a uma tradicional família de usineiros da zona da mata pernambucana, mas desde jovem passou a defender a causa popular e sua trajetória foi marcada pela ação em defesa da reforma agrária. Lutou contra a ditadura militar, foi exilado e, em 1979, dedicou-se à fundação do PT e do Movimento de Libertação dos Sem Terra (MLST).

No velório, políticos destacaram a determinação de Maranhão. Em junho de 2006, ele foi um dos protagonistas da invasão de movimentos sem-terra à Câmara dos Deputados, que resultou na sua prisão e de 40 integrantes do MLST. A principal reivindicação na época era a votação da PEC do Trabalho Escravo.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".