Campo Grande - MS, sábado, 18 de agosto de 2018

homenagem especial

UFMS inaugura Espaço Memória e História J. Barbosa Rodrigues

21 MAR 2011Por Thiago Andrade00h:02

A partir de hoje, alunos e professores do curso de História da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) poderão usufruir do Espaço Memória & História Professor J. Barbosa Rodrigues. O nome foi atribuído por meio de resolução do Conselho Universitário, em 20 de dezembro de 2010. A inauguração contará com aula magna da professora Eliane Guaraldo, doutora em Arquitetura pela Universidade de São Paulo, a partir das 19h, que discutirá questões relacionadas às catedrais européias, sua história e arquitetura. O evento será aberto ao público e contará com o pronunciamento de professores e autoridades da universidade.

Segundo o professor e coodenador do Departamento de História, Cezar Augusto Benevides, que propôs a homenagem ao professor e jornalista, o motivo da nomeação da sala foi a importância que José Barbosa Rodrigues teve na história do Estado. “Ele foi o autor, em 1985, do primeiro volume historiográfico sobre Mato Grosso do Sul, assim como também foi o primeiro representante eleito para o Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, sediado no Rio de Janeiro”, descreve. O professor descreve que a inauguração do espaço é um marco para o curso de História, comemorando sua primeira década em 2011.

“Estamos lutando para conseguir esse espaço desde que entrei na UFMS. O Departamento de História finalmente tem seu espaço, que será usado para organizar os materiais do curso, assim como criar um centro de catalogação dos documentos históricos que fazem parte de nosso acervo”, explica Cezar. O Espaço História & Memória também receberá, mensalmente, palestrantes destacados de diversas universidades, como a professora Marieta de Moraes Ferreira, pós-doutora pela École des Hautes Etudes em Sciences Sociales, da Universidade de Paris.

Com o Espaço Memória & História Professor J. Barbosa Rodrigues, Cezar pretende chamar a atenção para a figura do Fundador do Jornal Correio do Estado. “Quando o conheci, percebi que sua sala de trabalho se assemelhava a uma espécia de academia do pensamento, quase um anexo da universidade. O professor Barbosa, como gostava de ser chamado, foi um dos grandes defensores de nossa cultura”, elogia. Segundo ele, o espaço inaugurado abrirá as portas do curso para a sociedade, tornando a relação entre público e universidade mais democrática.

Leia Também