Quarta, 21 de Fevereiro de 2018

UFMG: 95% dos beneficiados pela Justiça não fazem as provas

23 JAN 2011Por Terra20h:27

Entre os cerca de 3.171 candidatos do vestibular da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) que obtiveram na Justiça o direito de realizar as provas da segunda fase neste domingo, 3.018 não compareceram, o que representa 95% do total. Os candidatos seriam excluídos do concurso pois tiraram nota zero ou não tiveram nota em pelo menos uma prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). No total, 3.326 candidatos foram beneficiados pela decisão.

A UFMG disse que não vai mais recorrer da decisão judicial, portanto vale a liminar que foi dada na noite deste sábado. "(A liminar) não caiu mais, não. A UFMG resolveu assumir o que a Justiça determinar. Não vai recorrer", disse a coordenadora da Comissão Permanente de Vestibular (Copeve) da UFMG, Vera Resende. Ela afirmou que os estudantes serão impedidos de fazer as provas dos dois próximos dias somente se o Superior Tribunal de Justiça (STJ) caçar a liminar.

A Copeve divulgou também a abstenção do primeiro dia de provas da segunda fase, que foi de 20%. Entre os candidatos inscritos, 3.865 não compareceram às provas.

Leia Também