Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

Turista dinamarquesa diz ter sofrido estupro coletivo na Índia

Turista dinamarquesa diz ter sofrido estupro coletivo na Índia
15/01/2014 07:45 - TERRA


A polícia da Índia afirmou nesta quarta-feira que uma turista dinamarquesa disse ter sido estuprada por um grupo de homens em plena luz do dia próximo de um shopping popular no centro de Nova Délhi, de acordo com informações da agência AP.

Rajan Bhagat, porta-voz da polícia, disse que a mulher, 51 anos, se perdeu e pediu informações a um grupo de homens para voltar ao hotel. Eles teriam atraído a turista para um lugar mais afastado e então a roubaram e estupraram - a dinamarquesa ainda foi agredida O caso aconteceu nessa terça-feira.

Amit Bahl, proprietário do hotel onde a europeia estava hospedada, afirmou que chamou a polícia e avisou a embaixada dinamarquesa assim que a mulher retornou ao local. Ninguém foi preso até o momento.

Um estupro coletivo na capital indiana em dezembro de 2012 provocou indignação generalizada no país e no mundo por conta da violência sexual na Índia. A falha do governo em evitar tais crimes e proteger as mulheres também foram alvos de críticas. Desde então, vários casos similares já foram registrados.

Felpuda


Sindicalista defende o fim de mordomias e privilégios dos políticos e dos integrantes de outros Poderes, conforme divulgação feita por sua assessoria. Para ele, está na hora de se colocar um basta nessa situação, questionando, inclusive, o número de parlamentares e de assessores. Entretanto, não demonstra a mesma aversão por aqueles dirigentes de sindicatos que se perpetuam no poder e que comandam mais de uma entidade, assim como ele. Afinal, o exemplo deve vir de casa, né?