segunda, 16 de julho de 2018

"Tudo falhou", disse agente que matou Jean Charles em Londres

25 OUT 2008Por 10h:40
     

        Da Redação

         

        O policial britânico que matou o eletricista brasileiro Jean Charles de Menezes, no dia 22 de julho de 2005, em Londres, revelou chorando nesta sexta-feira como ficou cara a cara com a vítima, que acreditava ser um terrorista suicida pronto para atacar.

        Quando soube no dia seguinte que ocorrera um erro de identidade, o policial ficou "incrédulo e abalado", profundamente "triste e confuso".

        "Todas as coisas para as quais sempre treinei falharam."

        O agente, identificado como C12, disse que estava certo de que matar Jean Charles era fundamental para se evitar um ataque suicida.

        C12 revelou à Justiça, em audiência assistida pela mãe da vítima, que o fato de ter matado um inocente "será algo que levará para o resto de seus dias".

        O policial manifestou suas "sinceras condolências e todo o meu respeito" à família do eletricista mineiro.

Leia Também