sábado, 21 de julho de 2018

OCORRÊNCIAS

TSE confirma registro de 963 ocorrências e prisão de 26 candidatos

3 OUT 2010Por ROBERTO COSTA16h:35

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já contabilizou 963 ocorrências de irregularidades nas Eleições 2010. O último relatório do TSE aponta 96 ocorrências envolvendo candidatos, das quais 26 resultaram em prisões. A maioria foi constatada em Mato Grosso, que teve 16 reclusões. Em seguida, os estados que apresentaram maior número de prisões de candidatos foram Sergipe (4), Ceará (2), Goiás (2), Santa Catarina (1) e Distrito Federal (1).

De todas as ocorrências, 368 resultaram em prisões e 595 não envolveram a necessidade de reclusão. Até agora, o estado com o maior número de prisões (42) é o Espírito Santo - o estado com o maior número de ocorrências, independentemente das prisões, é Rio Grande do Sul (194). Das prisões, 199 estiveram relacionadas à boca de urna, 97 a divulgação de propaganda, 25 a transporte de eleitores, 22 por compra de votos, 3 por fornecimento de alimento e 22 por demais motivos.

De acordo com o ministro do TSE Arnaldo Versiani, os presos são conduzidos à Justiça Eleitoral e é a autoridade local quem define se o acusado deve permanecer em reclusão até o final das votações, ou período superior ao do pleito. "A prisão acontece principalmente para impedir que a prática constatada nas ruas continue a acontecer durante o processo de votação. Mas é o juiz eleitoral que efetua a prisão em flagrante, pega os esclarecimentos e verifica qual a duração da prisão", afirmou Versiani.

Com informações do Correioweb

Leia Também