segunda, 16 de julho de 2018

TSE arquiva pedido de Moreira e Dem quer a vaga do deputado

2 MAR 2009Por 21h:27
     

SÃO PAULO

 

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) arquivou hoje o pedido do deputado federal Edmar Moreira (sem partido), dono de um castelo avaliado em R$ 25 milhões, de desfiliação do DEM por justa causa. Na interpretação do TSE, o parlamentar não pode pedir ao Tribunal para deixar o partido porque o DEM já o desfiliou em reunião da Comissão Executiva Nacional em 12 de fevereiro.

A decisão do TSE coloca em dúvida se a vaga pertence ao deputado ou ao DEM, já que a alegação de Edmar de que estaria sendo vítima de perseguição pelo presidente do partido, deputado Rodrigo Maia (RJ), foi arquivada junto com o pedido de desfiliação. Segundo a assessoria do TSE, tanto Edmar como o DEM podem entrar com recurso reivindicando a vaga na Câmara.

De acordo com Maia, o DEM já acionou sua equipe jurídica para entrar com uma ação no TSE requerendo a vaga. "Entraremos com uma ação. Resta saber quais são os melhores meios", antecipou o deputado. "Até quarta-feira, já teremos a resposta dos nossos advogados e tomaremos as medidas cabíveis", complementa. Procurado pela reportagem, o deputado Edmar Moreira não foi encontrado.

 

Fonte: Agência Estado

Leia Também