Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 11 de dezembro de 2018

Trio rende 30 pessoas em assalto a sobaria

16 JUL 2010Por 08h:51
NADYENKA CASTRO

Três homens com armas de fogo invadiram a Sobaria do Beto, localizada no Bairro Amambaí, em Campo Grande, na noite de quarta-feira, renderam as cerca de 30 pessoas que estavam no local e roubaram dinheiro, objetos pessoais, celulares, documentos e um veículo Fox prata, placas HSX-5229, de Campo Grande (MS).
De acordo com relato de vítimas que denunciaram o roubo à polícia, os bandidos entraram no local por volta das 20h30min. Os três estavam com armas de fogos e obrigaram os clientes — homens, mulheres e crianças — a ficarem encostados em um canto da parede e a deixarem sobre as mesas carteiras e objetos de valor. “Primeiro colocaram a gente na parede, depois nos mandaram para um quarto que fica lá nos fundos”, contou um comerciante de 40 anos, que teve roubados o celular e o relógio de pulso. Ele jantava com um amigo, um economista de 41 anos, que teve documentos pessoais roubados.
Enquanto um dos ladrões recolhia os objetos, os outros dois vigiavam as vítimas. Segundo o comerciante, a ação durou de 20 a 30 minutos e algumas mulheres ficaram nervosas e choraram. Havia aproximadamente cinco crianças no local, entre elas o filho de um outro comerciante de 52 anos. A família jantava na sobaria quando houve o assalto. Os ladrões levaram o relógio de pulso do homem.
Os bandidos chegaram ao comércio a pé e fugiram levando um Fox de uma advogada, que também teve roubada uma bolsa com diversos processos judiciais dentro e dois celulares. Até o fechamento desta edição, por volta das 18 horas, o veículo não havia sido encontrado. Os assaltantes tentaram ainda roubar o veículo Corolla que pertence a um corretor de seguros de 34 anos. “Eles abriram o Corolla, mas não levaram”, conta uma das vítimas. Apesar de não terem levado o automóvel, os ladrões roubaram a chave do carro e ainda uma máquina fotográfica digital e dois celulares do corretor de seguros.
Também foi roubado dinheiro do caixa do restaurante. “Mas não foi muito, porque a maior parte do dinheiro estava escondido”, disse um cliente. O local já foi alvo de assalto outras vezes, mas com a atual direção, é a primeira vez.

Os autores
As vítimas contaram à polícia que os assaltantes aparentavam ter entre 25 e 30 anos e estar sob efeito de entorpecentes. Um deles estava com boné e outro de toca. O terceiro tinha barba “rala”. “Eles mandaram a gente ficar de cabeça baixa. Se a gente bobeasse, podia nos matar”, declarou uma das vítimas ao justificar porque a maioria dos clientes não pode reconhecer os autores.
O caso será investigado pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf). Até o fim da tarde de ontem, os autores do crime ainda não haviam sido identificados.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também