Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

SÃO CONRADO

Trio é preso com mais de <BR>200 kg de maconha na Capital

Trio é preso com mais de <BR>200 kg de maconha na Capital
22/08/2012 14:17 - DA REDAÇÃO


Policiais Militares do 1º Batalhão apreenderam mais de 200 kg de maconha e prenderam quatro pessoas no Bairro São Conrado, em Campo Grande.

Os policiais foram até a Rua Leão Zardo depois de receber denúncia anônima de que teriam dois homens em uma moto aguardando uma entrega de maconha. Chegando lá, os policiais encontraram os dois suspeitos, um adolescente de 17 anos e um rapaz de 26 anos. Eles revelaram que, de fato, estavam ali aguardando para receber uma remessa de maconha e que o adolescente levaria uma parte para Cuiabá (MT).

Enquanto os PMs entrevistavam os suspeitos, perceberam que dois homens que se aproximavam do local em uma moto Biz tentaram fugir ao ver a viatura policial, porém foram abordados. Eles disseram que entregariam a maconha para o adolescente e apontaram o local onde esse entorpecente estava escondido, no pátio de um mercado. Atrás da banca havia cerca de 12 tabletes de maconha, pesando 14 kg aproximadamente.

Após investigações, os policiais descobriram que na casa de um dos acusados, na rua Vitória Zardo, havia mais 174 tabletes de maconha pesando aproximadamente 200 kg escondidos dentro de um veículo estacionado nos fundos da casa. Além disso, o rapaz estava utilizando uma identidade falsa pois estava com um mandado de prisão em aberto.

No total, três homens foram presos e um adolescente foi apreendido. O entorpecente foi entregue na Delegacia Especializada Repressão ao Narcotráfico e os presos encaminhados à Depac-Piratininga. 

Felpuda


Acontecimentos policiais de grande repercussão deverão refletir seriamente na jornada de uns e de outros. Os cortes nos “tentáculos do polvo” os deixaram sem respaldo para enfrentar a maratona que há tempos participam, e com sucesso. Ao mesmo tempo que ficaram sem o aconchego financeiro, afastaram-se do abraço, até então muito amigo, preocupados com o ditado popular que afirma:  “Diga-me com quem andas e eu te direi quem és”.