Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Tribunal suspende envolvidos em confusão na Bahia

29 JUL 10 - 23h:30
Rio de Janeiro

O presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Rubens Approbato, deferiu o pedido da procuradoria e suspendeu, preventivamente, o técnico Emerson Leão, o atacante Rafael Moura e o meia Romerito por 30 dias pelo episódio no gramado do Barradão com repórteres. O caso ainda não tem data para ser julgado.
Com a decisão, o treinador está impossibilitado de exercer suas funções à beira de campo, enquanto os jogadores desfalcarão o time no período de um mês – sete rodadas do Campeonato Brasileiro.
Com base no artigo 35 do novo Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), Approbato concordou com a solicitação da procuradoria e deixou evidente no despacho a postura do STJD para casos como o ocorrido ao fim da partida entre Goiás e Vitória.
A denúncia se deu por conta da confusão ao final da partida no Barradão, quando Leão entrou no gramado para falar com o árbitro sobre uma suposta falta em Marcão, antes do gol de empate do Vitória. Imediatamente, alguns jornalistas foram ao encontro do treinador para ouvir o que ele dizia, mas o fato irritou o treinador, que reagiu e partiu para cima do radialista Roque Santos, da Rádio Metrópole, de Salvador. O atacante Rafael Moura acertou um soco e derrubou o repórter. Após o ocorrido, o treinador, Romerito, Marcão e Rafael Moura foram conduzidos à 10ª Delegacia de Polícia de Salvador.
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Projeto de privatização da Eletrobras chega ao Congresso em novembro

ECONOMIA

Índice de Confiança do Empresário Industrial fica estável pelo 3º mês

ECONOMIA

Intenção de consumo das famílias cresce pelo terceiro mês

BRASIL

Governo libera orçamento de universidades federais

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião