Sábado, 24 de Fevereiro de 2018

Tribunal nega habeas corpus a filho de policial

22 OUT 2010Por 02h:45

A Primeira Turma Criminal do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul negou, por unanimidade de votos, o pedido de habeas corpus de Jadher Leandro Rodrigues, 21 anos. Ele é filho do policial militar David Pessoa Rodrigues e teria se apropriado da arma do pai e emprestado para a namorada de 15 anos matar uma jovem rival, na madrugada de 8 de agosto, em Campo Grande. Diante do não reconhecimento do pedido da defesa, o rapaz continuará preso preventivamente, numa cela da 2ª Delegacia de Polícia.
Depois de uma discussão na Festa da Minissaia, que acontecia na União Campo-grandense das Associações de Moradores em Favelas e Assentamentos Urbanos e Rurais (Ucaf), no Bairro Coronel Antonino, Jadher emprestou uma motocicleta e foi até sua casa, acompanhado da namorada. O rapaz pegou o revólver do pai enquanto ele dormia.
Ao retornar para a festa a dupla encontrou Pâmela Alves Reginaldo, 20 anos, Juliana Aparecida dos Santos Sales, 19 anos, e sua irmã L.T.S., de 14 anos. A menor atirou e matou Juliana, que tentou proteger a amiga Pâmela, grávida de seis meses. (VS)

Leia Também